Saúde

Foto: Imagem ilustrativa/da web

Segundo informações do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), entre os dias 09 a 15 de setembro, a umidade relativa do ar no Tocantins e em Palmas chegará abaixo de 30%, entrando em Estado de Atenção.

Para minimizar os efeitos da baixa umidade relativa do ar, a Vigilância em Saúde Ambiental (Vigiar) lançou na última terça-feira, 09, um boletim de alerta com recomendações para enfrentar esse período de umidade baixa.

Diante dessa situação, a Vigiar recomenda que deve ser evitada a prática de atividades físicas ao ar livre entre às 11 e às 15 horas, e a exposição ao sol, principalmente entre às 10 e às 16 horas; ingerir grandes quantidade de líquidos, como água e suco, ingerir comidas leves, como frutas e verduras, e evitar frituras. Deve se utilizar, também, nos quartos e locais de trabalho, umidificadores, recipientes com água, e toalhas molhadas; além de evitar locais fechados e com grande quantidade de pessoas.

O tempo seco, também, aumenta o risco de incêndios florestais e em lotes baldios, por isso, a Vigiar recomenda-se que não se faça fogueiras nas proximidades de matas e florestas, não queime lixos, e nem jogue pontas de cigarro para fora do veículo.

O clima seco e abafado ainda pode ocorrer irritação ocular, como conjuntivites, e problemas respiratórios e alérgicos. Para isso recomenda-se limpar a casa e os móveis com pano úmido e lavar as mãos com frequência e com soro fisiológico os olhos e as narinas. (Secom Palmas)

Por: Redação

Tags: Vigilância em Saúde Ambiental