Polí­cia

Foto: Ascom SSP

Já encontra-se recolhido na Cadeia Pública de Augustinópolis, extremo norte do Estado, Atanael R. de O., mecânico, 26 anos de idade. Ele é acusado de assassinar, a golpes de faca, sua ex-companheira, Priscila Sousa dos Santos de 24 anos, na noite do último dia 7 de setembro na praça central de São Miguel do Tocantins.

Logo após a prática do homicídio, policiais civis, por intermédio da Delegacia de São Miguel, sob o comando do delegado Evandro Gomes Pereira, deram início às investigações com o objetivo de capturar o suspeito pelo crime. No final da tarde de quarta-feira, 10, depois de algumas negociações envolvendo policiais civis e militares, com o pai do principal suspeito, o mesmo se apresentou na Delegacia, daquele município, acompanhado de seu advogado.

Ele foi ouvido e imediatamente preso, devido a um outro crime de homicídio o qual havia praticado no ano de 2008, na cidade de Esperantina. Na época, Atanael feriu sua namorada, de apenas 15 anos, com um tiro na clavícula e matou, Janilson de Assunção Bezerra com dois disparos de arma de fogo na cabeça, pois julgava que o jovem estava tendo um caso com a garota. Devido a esse crime, o acusado foi preso e condenado, chegando a cumprir algum tempo da pena, mas conseguiu o benefício da liberdade condicional.

De acordo com o delegado regional; Eduardo Morais Artiaga, Atanael teve revogado o direito de responder ao processo, pela morte de Jailson em liberdade, sendo preso por força de um novo mandado de prisão preventiva pelo fato de ter violado as condições do benefício ao qual tinha direito.

A Polícia Civil já requereu ao Poder Judiciário um mandado de prisão preventiva em desfavor do autuado pela prática do segundo homicídio que vitimou Pricila e, tão logo a justiça de manifeste favoravelmente a decisão, a ordem judicial será cumprida, na carceragem da Cadeia Pública de Augustinópolis, onde o acusado se encontra.