Polí­cia

Foto: Divulgação

O advogado, Alessandro Oliveira dos Santos, de 30 anos de idade, estava internado desde a última quarta-feira, 10, no Hospital Geral de Palmas após ter desmaiado em um teste de aptidão física que acontecia na Escola de Tempo Integral Caroline Campelo, em Taquaralto. Alessando foi aprovado no concurso da Polícia Civil e concorria ao cargo de delegado.

Após desmaio em corrida, o candidato foi encaminhado para o HGP. O candidato teria ficado sem movimento nas pernas e com mau funcionamento dos rins. Alessandro veio a óbito na sexta-feira após complicações respiratórias.

Suspeita-se que o advogado tenha ingerido substâncias estimulantes antes da corrida. 

Secretaria de Segurança Pública

A Secretaria Estadual de Segurança Pública informou ao Conexão Tocantins que só será possível saber o que realmente aconteceu com o candidato após laudo médico. 

Segundo a Secretaria, o cronograma conforme consta em edital tinha de ser cumprido e para tanto, o candidato passou por exames médicos e estava apto, em condição para tal atividade. (Matéria atualizada às 15h54)