Cultura

Foto: Imagem ilustrativa/da web

A bailarina catarinense Elisa Schmidt desembarca em Palmas neste fim de semana para o espetáculo de dança Entre Terra. Na apresentação, a artista aborda a violência social, o trauma, as deformidades e a face sombria do ser humano. Serão duas apresentações em solo tocantinense, nos dias 20 e 21 de setembro, às 20h, no Teatro Sesc Palmas. A entrada é gratuita e as senhas devem ser retiradas com uma hora de antecedência.

O espetáculo explora a criação e recriação de faces para o rosto e criaturas para o corpo com o uso de argila, tinta e pó. Entre o humano, o animal e o maquínico, o solo, configura uma dança em permanente processo, atrelada à mutação de formas. O trabalho já passou por Manaus e, depois da capital tocantinense, segue para Boa Vista, Belém e Porto Velho. Contemplado pelo edital Funarte Petrobras de dança Klauss Vianna 2012 e Prêmio Funarte de dança Klauss Vianna 2013, a apresentação é fruto de uma pesquisa em interfaces entre a dança e a desfiguração, que iniciou em 2009.

Oficina Experiência em Desfiguração

Nos dias 20 e 21 de setembro, das 9h às 12h, Elisa Schmidt vai ministrar a oficina Experiência em Desfiguração no Teatro Sesc Palmas. São 10 vagas disponíveis e os interessados devem enviar um e-mail para entreterra@gmail.com com uma carta de intenções.

A oficina explora interfaces entre a dança, a performance, as artes visuais e o teatro, através da investigação do contato da argila com o corpo e rosto. Os parâmetros de pesquisa envolvem identidade e ritual, introduzidos por estratégias de composição de faces para o rosto e esculturas com o corpo. (Ascom Sesc)

Por: Redação

Tags: Agenda Cultural, Elisa Schmidt, Sesc