Cultura

Foto: Antônio Gonçalves

Nesta sexta-feira, 19, o 11º PMW Rock Festival começou em grande estilo com as atrações nacionais Eddie e Cidade Negra animando o público. Segundo a Polícia Militar sete mil pessoas estiveram no local. As bandas Olho Grego, 1/4 de Som, Neubera Kundera, Rupestre, The Dead Rocks e Infecto Feto também se apresentaram no primeiro dia do Festival na Praia da Graciosa. O evento conta com o patrocínio da Prefeitura de Palmas e é realizado pela Fundação Cultural de Palmas e a empresa AmpliHard.

Já na noite deste sábado, 20, a banda Sepultura e o ex-vocalista da banda Engenheiros do Hawai, Humberto Gessinger, são as atrações nacionais. As bandas Trator, Fenícia, Molho Negro, Sinestesia, Confronto, Olho Seco, Asteroid 66 também agitam o público na última noite do PMW.

Primeira noite

Sucessos como “Amor igual ao teu”, “Aonde você mora” e “Downtown” fizeram parte do repertório da grande atração da primeira noite do evento, Cidade Negra, que agitou o público, arrancou gritos e muito aplausos. O vocalista Toni Garrido falou da interação entre o rock e o reggae e destacou a importância de participar do PMW.

“Já ouvimos falar muito do PMW que tem suas características principalmente por ser revelador e o reggae é colado no rock, são estilos musicais que se encontram por suas ideologias parecidas”, afirmou Garrido.

De Brasília (DF), a banda Rupestre usou da rima improvisada, de muita poesia e da mistura do reggae com forró e deu seu recado. A banda tocantinense Infecto Feto chamou atenção pelo rock autoral. Para o vocalista da Infecto, Gregory Carvalho, foi a oportunidade de mostrar ao público outro lado do rock.

“O público ouviu muito rock da pesada e autoral da nossa época, muitos aqui nem conhecia, mas conseguimos animar esta multidão e o agito foi geral. Muita curtição e rock mesmo”, destacou Carvalho.

Prezando pelo estilo alternativo, a funcionária pública Sara Cardoso curtiu todos os shows e garantiu participar até o final. “Cada ano está melhor, os shows estão ótimos e o repertório apresentado hoje deixa o sabor de quero voltar amanhã. Muito bom”, destacou Sara.

Entre as novidades da 11ª edição estão os dois palcos, para facilitar a apresentação das bandas e a pista de skate os amantes de esporte radical. Anderson Vieira aprovou a estrutura. “Muito organizado. A ideia dos dois palcos foi ótima, pois o público não ficou esperando uma banda sair e a outra ter que montar tudo para começar o show. Não houve demora na troca das bandas. É só muita curtição e alegria”, ressaltou Vieira.

Confira a programação  sábado

19h15 – Trator (TO)

20h – Fenícia (SP)   

20h30 – Molho Negro (PA)  

21h – Sinestesia (TO)

21h30 – Confronto (RJ)       

22h10 – Olho Seco (SP)     

22h40 – Sepultura (MG)

00h – Asteroid 66 (TO)

00h40 – Humberto Gessinger (RS) (Secom Palmas)

Por: Redação

Tags: Agenda Cultural, PMW Rock Festival