Cultura

Foto: Valério Zelaya

Recebidos com muitos aplausos e animação, a banda Sepultura animou a multidão neste sábado, 20, última noite do 11º PMW Rock Festival na Praia da Graciosa. O evento foi encerrado com o show de Humberto Gessinger, vocalista do Engenheiros do Hawai.

De acordo com a Polícia Militar, 12 mil pessoas estiveram presentes no festival.  O evento conta com o patrocínio da Prefeitura de Palmas e é realizado pela Fundação Cultural de Palmas e a empresa AmpliHard.

Tocando do rock metal tradicional ao rock alternativo, o Sepultura trouxe um repertório variado. Misturando sucessos antigos e recentes arrastou a multidão que acompanhou todo o show com muita disposição.

O vocalista do Sepultura, Derrick Green, lembrou a trajetória dos 30 anos de carreira da banda e agradeceu a recepção do público. “Nossa primeira vez em Palmas foi ótima e queremos voltar mais vezes no PMW. Trouxemos sucessos mais clássicos junto com o novo álbum e o público curtiu muito”, destacou o vocalista.

Expectativas superadas

Para o presidente da Fundação Cultural de Palmas (FCP), Gerson Alves, o evento superou as expectativas da organização e a participação em massa do público confirma o sucesso do evento.

“A mistura dos ritmos como o reggae e o pop aliados ao rock atendeu todos os gostos. A estrutura ampliada e três shows nacionais foi outro ponto forte desta edição do PMW. É mais um incentivo a fomentação da cultura através do rock”, afirmou o presidente.

Destacando os resultados positivos, o representante da empresa AmpliHard, Gustavo Andrade, enfatizou a necessidade de investimentos em eventos que promovam o rock como o PMW Rock Festival. “Tivemos uma aceitação relevante e com certeza este ano foi possível atrair mais pessoas. Temos que investir mais para que haja esta expansão e assim cada vez mais um público ainda maior”, ressaltou Andrade.

Shows

Ainda na noite deste sábado, além das atrações nacionais, bandas do Tocantins, São Paulo, Rio de Janeiro, Pará e Minas Gerais subiram ao palco e, atendendo todos os gostos, tocaram músicas autorais e sucessos. As bandas Trator, Fenícia, Molho Negro, Sinestesia, Confronto, Olho Seco e Asteroid 66 agitaram a multidão.

O ambiente seguro proporcionou à estudante Tereza Ávila, 24 anos, rockeira desde criança, dançar e cantar muito. Tereza afirmou que aproveitou todos os momentos do PMW. “Esta edição foi a melhor. As bandas estão ótimas, a estrutura atendeu as necessidades do público e foi possível aproveitar cada show”, contou Tereza. (Secom Palmas)