Polí­tica

Foto: Irene Alves

Com faixas e cartazes com frases “Não venda o seu voto!” e “Vote consciente!”, crianças das séries iniciais da Escola de Tempo Integral Cora Coralina, localizada na 603 Norte, percorreram, na manhã desta quinta-feira, 02, algumas ruas do setor com o intuito de chamar a atenção da comunidade local para as eleições 2014. A ação faz parte do projeto Eleições na Escola, que visa trabalhar os conceitos de democracia e cidadania com as crianças de quatro a nove anos. O projeto conta com a parceria da Justiça Eleitoral e envolvimento de toda comunidade escolar.

Antes da passeata, os alunos receberam informações sobre o papel dos governantes e a função de cada cargo eletivo a ser disputado neste processo eleitoral. Em seguida, foi realizada uma simulação das eleições com candidatos fictícios dentro da própria escola. Os professores se passaram por candidatos a presidente da república e governador e apresentaram propostas, que foram analisadas e discutidas pelos alunos. Após analisar as propostas e a conduta de cada candidato, as crianças escolheram seus representantes e depositaram seus votos em urnas fictícias. A simulação contou com a divisão de salas em sessões eleitorais, tal qual acontece em um processo eleitoral verídico.

Segundo a diretora da escola, Marilda Belizário Ribeiro, cada aluno teve que cumprir uma série de tarefas, como pesquisar sobre o candidato escolhido, detalhar as prioridades de governo para as áreas da educação, saúde e meio ambiente, conhecer as funções de presidente, governador, senador, deputado federal, estadual e distrital, entre outras atividades.

Ao final, os alunos participarão da apuração dos votos e da organização da cerimônia de posse. “Eles se envolveram muito com o projeto. Levaram os conceitos trabalhados aqui para suas famílias e isso é muito gratificante”, contou a diretora.

Ainda segundo a diretora, o projeto Eleições na Escola veio para ficar. “Esta é nossa primeira edição, mas devido à importância do tema e ao sucesso do projeto iremos dar continuidade a fim de preparar nossas crianças para que exerçam sua cidadania”, disse.

A aluna Isabela Ramos, do 2º ano, disse que estava muito feliz em participar do projeto. Ela, que carregava um cartaz com a frase “Não venda o seu voto”, falou que passou tudo que aprendeu aos seus familiares. “Esse projeto é muito importante e por isso não pode parar”, avaliou a aluna. (Secom Palmas)