Campo

Foto: Juliano Ribeiro

As áreas produtoras de soja no Tocantins estão em fase de preparação de solo para receber as sementes. Com o início das chuvas, os produtores aguardam o solo atingir a umidade adequada para a efetivação do plantio, que deve acontecer entre os meses de outubro até dezembro deste ano. A soja tem um ciclo de 90 a 120 dias, com previsão para início da colheita para os meses de fevereiro a maio no Tocantins. 

Segundo o 1º Levantamento de Grãos para a safra 14/15 realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a estimativa é de aumento de até 6% na área plantada, já que a safra 13/14 foi de 748,4 mil hectares, e agora a previsão inicial é chegar até 793,3 mil hectares, na safra 14/15. 

Já a produtividade da soja, segundo esse primeiro levantamento, mostra um crescimento de 13,5%, comparando 2.751 kg por hectare na safra 13/14 para a expectativa de colher 3.122 kg por hectare na safra 14/15. A produção em toneladas pode chegar a 2.476,7 mil toneladas de soja na safra 14/15, sendo que na safra 13/14 foram produzidas 2.058,8 mil toneladas, uma variação de até 20,3% de produção.

Segundo o diretor de Fomento à Agropecuária da Secretaria da Agricultura e Pecuária, José Américo Vasconcelos, uma das regiões do Estado que deve apresentar crescimento na área plantada na safra 14/15 é Porto Nacional, por apresentar solo propício, utilizar incrementos e também por consequência das instalações de empresas agrícolas no município. 

Dados 

O Tocantins está atualmente no 8º lugar no ranking de produção de soja no País, com potencial para chegar até seis milhões de hectares com o plantio de soja, utilizando áreas de pastagens degradadas e áreas de cerrado. Esse crescimento segundo o engenheiro agrônomo da Secretaria da Agricultura e Pecuária, Genebaldo, é devido principalmente a adoção de tecnologias, controle de pragas e o uso da agricultura de precisão. ( Ascom/Seagro )