Polí­cia

Foto: Ascom SSP

Uma operação contra a criminalidade, deflagrada por policiais civis da Delegacia de Augustinópolis na manhã desta quarta-feira, 15, resultou na prisão em flagrante do estudante de direito, Emanuel M. S., 26 anos de idade. Ele é suspeito pela prática dos crimes de posse ilegal de arma de fogo, receptação, falsificação de documento público e adulteração de sinal identificador de veículo e, foi capturado mediante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, quando se encontrava em sua residência localizada no centro da cidade.

De acordo com informações do Delegado Augusto Souza, responsável pelo caso, a Polícia Civil já estava investigando o indivíduo preso, há aproximadamente 03 meses devido a fortes indícios de que o mesmo estaria envolvido em roubos ao comércio de Algustinópolis e região. No decorrer dos trabalhos investigativos, os agentes também receberam uma denúncia anônima de que Emanuel escondia uma arma de fogo em sua casa, a qual estaria sendo utilizada na prática dos crimes.

Com base nestas informações, o Delegado Augusto representou junto ao poder judiciário pelo mandado de busca e apreensão na residência do suspeito, o qual foi imediatamente concedido pelo Poder Judiciário e, na manhã desta quarta-feira durante o cumprimento da ordem judicial, os Policiais Civis encontraram escondidos na casa, 01 revólver calibre 38 municiado com 05 cartuchos intactos, 01 veículo, Volkswagem, modelo GOL, ano 2012, 07 identidades falsas de diferentes estados, com a foto do acusado, além de vários formulários médicos em branco e um carimbo de médico.

Nas buscas, os Policiais Civis também encontraram algumas placas frias de automóveis e diversas procurações, todas preenchidas em nome do suspeito, as quais lhe outorgavam plenos poderes para pleitear financiamentos junto ao banco da Amazônia.

Após os procedimentos cabíveis, o autuado foi encaminhado a Cadeia Pública de Augustinópolis onde permanece a disposição do Poder Judiciário. Ainda, segundo o Delegado Augusto, as investigações terão continuidade a fim de que se esclareça toda a verdade dos fatos sobre os documentos e demais matérias que foram encontrados em poder do suspeito. (Ascom SSP)