Educação

Foto: Divulgação Sistema Cantareira Sistema Cantareira

Um assunto recorrente na prova de Ciências da Natureza do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são as fontes renováveis de energia. Você está preparado para responder a questões sobre este tema? Para te ajudar, o quadro Pode Cair no Enem entrevista o professor de Biologia Rafael Cafezeiro, do site QG do Enem. ''O teste cobra também a contextualização do problema. Nós precisamos constantemente de energia, seja para uso doméstico, no trabalho ou nos transportes'', ensina Cafezeiro.

As usinas hidrelétricas produzem grande parte do abastecimento das indústrias e cidades e respondem por mais da metade da capacidade do Estado. Outra fonte expressiva de energia é o petróleo, utilizado em veículos motores e responsável pela alimentação das usinas termoelétricas. A descoberta das reservas de petróleo nas camadas de pré-sal nas bacias sedimentares de Santos, Campos e Espírito Santo são importantes pois podem proporcionar ao Brasil a condição de exportador de petróleo.

Alternativas

Um dos indicativos do nível de desenvolvimento de um País é a potência de suas fontes de energia. A região Sudeste, a mais industrializada do país, busca uma forma de lidar com a seca no Sistema Cantareira. Responsável pela captação, tratamento e distribuição de água na Grande São Paulo, o sistema registra atualmente baixo volume de água. A dependência energética das usinas hidrelétricas contribui para a crise do setor, que possui poucas opções quando os períodos de estiagem baixam os níveis dos reservatórios. ''Usamos poucas formas alternativas de energia e o país não possui estrutura suficiente para a substituição das velhas fontes. Em caso de dificuldade, ainda acionamos as usinas termoelétricas'', constata o professor. 

Outras matrizes de energia podem ajudar neste quadro, entre elas a eólica, a nuclear e a solar. No entanto, para o estabelecimento efetivo destas variações, é necessário investimento e estudo das condições necessárias para sua geração. (EBC)

Por: Redação

Tags: Agência Brasil, ENEM