Cursos & Concursos

Foto: Divulgação O resultado preliminar do teste psicológico será divulgado no dia 27 de outubro O resultado preliminar do teste psicológico será divulgado no dia 27 de outubro

Setecentos e trinta e um candidatos aos cargos de delegado, médico legista, perito criminal, agente de polícia, escrivão de polícia, papiloscopista e agente de necrotomia realizaram no último domingo, 12, a 4ª fase do concurso da Polícia Civil do Estado do Tocantins. Essa fase constitui o exame psicológico, que é unicamente de caráter eliminatório. Segundo o psicólogo e membro da Fundação Aroeira, Rosival Lagares, o resultado preliminar do teste psicológico será divulgado no dia 27 de outubro.

Para o teste psicológico foram convocados 735 candidatos, mas houve quatro abstenções.  O certame visa ocupar 397 vagas de provimento imediato e mais 118 para cadastro de reserva.

“A avaliação psicológica consistiu na aplicação de testes psicológicos, de acordo com os manuais técnicos. Os instrumentos utilizados são registrados e aprovados pelo Conselho Federal de Psicologia para aplicação coletiva, conforme padronização e validação, consideradas as variáveis intervenientes existentes nesse contexto de aplicação”, explica Lagares.

O exame teve o objetivo de excluir do certame os candidatos que, investidos no cargo, possam representar riscos para si ou para a sociedade em função das suas características psicológicas. Durante o exame, os candidatos são avaliados por junta médica especializada designada pela Fundação Aroeira, que está organizando o concurso.

Durante essa fase, os testes aplicados buscam constatar no candidato a sua capacidade de manter o autocontrole, mesmo sob condições de pressão. Busca saber se o candidato controla suas próprias reações para continuar a agir apropriadamente nas diferentes situações e se ele se adapta ao meio, às normas, regras e hierarquia.

O exame psicológico também averigua a ausência dos indícios de agressividade excessiva, aliada a uma dificuldade no controle impulsivo; averigua a ausência dos indícios de existência de transtornos de personalidade dos tipos antissocial, boderline, esquizóide, esquizotípica, masoquista, paranóide, sádica, ansiedade generalizada, bem como transtorno de conduta e de despersonalização, depressão, esquizofrenia, impulso sexual excessivo e roubo patológico; e também examina no candidato a ausência de conduta pré-psicótica.

Lembrando que no exame psicológico o candidato é considero apto ou não apto. O candidato considerado não apto terá o direito de solicitar a Entrevista Devolutiva, dentro dos prazos previstos nos editais, para conhecer as razões do resultado, podendo contratar psicólogo como assistente técnico para acompanhá-lo ou representá-lo nessa ocasião.

Resultado 1ª Etapa

Os candidatos ao cargo de delegado, médico legista e perito criminal ainda passarão pela 5ª fase da primeira etapa que é a de avaliação de títulos, de caráter unicamente classificatório. Todos os cargos terão homologadas as notas finais da primeira etapa em 18 de dezembro. Os candidatos serão ordenados de acordo com os valores decrescentes. Os portadores de deficiência terão seus nomes publicados em lista à parte e, caso obtenham classificação necessária, figurarão também na lista de classificação geral.

2ª Etapa

De acordo com Lagares, a segunda etapa do concurso - que é o Curso de Formação Profissional - terá 515 vagas. Este número é o total da soma de vagas para provimento imediato e cadastro de reserva de todos os cargos do concurso. O Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório e classificatório, é regulamentado pelo Plano de Curso e pelas normas do Regimento Interno da Academia de Polícia Civil em vigor, e será realizado em Palmas, em regime de semi-internato, exigindo-se do aluno tempo integral com frequência obrigatória e dedicação exclusiva.

Além do Curso de Formação será feita investigação criminal e social dos candidatos - que poderá estender-se até a homologação do resultado final do concurso; e serão considerados os antecedentes criminais e sociais, a conduta e conceito no Curso de Formação Profissional. (ATN)

Por: Redação

Tags: Polícia Civil, Rosival Lagares