Ciência & Tecnologia

Foto: Marcio Vieira

O grupo de cientistas do Mad Science esteve na manhã desta quinta-feira, 16, na Escola Estadual Novo Horizonte, em Palmas, com os alunos do ensino fundamental, repassando os principais conceitos de Ciências com diversão e brincadeiras. As visitas às escolas fazem parte da programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia que no Tocantins é organizada pelo governo do Estado em parceria com o Conselho de Desenvolvimento Econômico (CDE) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Utilizando materiais simples, foram repassados para os alunos experiências com água, ar e oxigênio, conteúdos que eles estão estudando neste final de semestre. Além da Escola Estadual Novo Horizonte, o grupo passa pelo Centro de Ensino Médio Santa Rita de Cássia, além de já ter passado pela Escola Girassol de Tempo Integral Vila União, na última terça-feira.

Para a coordenadora pedagógica da escola, Neide Pereira Rodrigues Medeiros, a iniciativa é importante para despertar o interesse dos alunos pelas descobertas científicas. Para ela, a apresentação do Mad Science pode levar à escola novas experiências sobre o ensino de Ciências. “Estamos observando que o grupo utiliza material simples e nos dá várias ideias que os professores podem utilizar na sala de aula”, frisou.

A professora Dejaci Reis Gomes Morais destacou que as formas divertidas e atraentes de apresentar as experiências científicas são uma forma de inspiração para as atividades da escola. “Vai nos ajudar a preparar a nossa Feira de Ciências que a escola realizará na próxima semana. A minha turma está preparando uma apresentação sobre plantas medicinais, e percebemos como eles ficam motivados com a ideia de apresentar os trabalhos e, depois dessa aula-show, eles terão mais sugestões para as experiências que estão fazendo na escola”, disse.

Mateus Silva de Souza, 10 anos, aluno da 3ª série do ensino fundamental afirmou que pretende aproveitar bem o que aprendeu durante a apresentação do grupo Mad Science. “Gosto de ler, estou levando para casa um material para preparar a minha apresentação e com essas experiências fiquei com mais vontade de fazer o meu trabalho”, contou.

Ligia Dantas Fernandes, assessora técnica da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), explicou que a curiosidade natural das crianças ajuda na hora de aprender com as apresentações nas escolas. “Nas escolas percebemos que os alunos ficam encantados com as surpresas que o grupo vai revelando a cada número apresentado. Os estudantes são curiosos, desejam participam e ficam estimulados a estudarem ciências”, completou. (Ascom Seduc)