Polí­tica

Foto: Tom Lima Vereador Milton Neris recebeu representantes dos Correios Vereador Milton Neris recebeu representantes dos Correios

Uma comissão especial será criada em breve para dar início ao amplo processo de discussão do endereçamento de Palmas, que atualmente utiliza duas nomenclaturas bastante questionadas pelos moradores. Na última quarta-feira, 15, o vereador Milton Neris (PR), que tem como uma de suas bandeiras a adoção de um único endereçamento na Capital, foi procurado por representantes dos Correios, que declararam apoio à causa, uma vez que as duas formas de endereçamento trazem prejuízos à empresa pública federal. Em seguida, Neris reuniu com o secretário de Planejamento e Gestão, José Roberto Torres Gomes, e o secretário de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte, Christian Zini, para cobrar da Prefeitura um posicionamento.

Durante a reunião, Zini informou que a Prefeitura formará a comissão especial, que deve contar com representantes da Secretaria Municipal de Acessibilidade, Mobilidade, Trânsito e Transporte, do Instituto Municipal de Planejamento Urbano, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Sustentável, da Secretaria Municipal de Finanças, da Procuradoria Geral do Município, dos Correios e da entidade representativa dos cartórios na Capital. Após formalizada a comissão em até cinco dias a partir desta quarta-feira, 15, o assunto será discutido durante 30 dias, para depois ser levado à participação popular em audiência pública promovida pela Câmara de Vereadores de Palmas.

Da reunião com Neris participaram o chefe de Sessão de Atividades Externas do Correios, Juacy Pereira Marinho; Ednaldo Silva de Sousa, chefe da Sessão de Qualidade; e Francisco Antônio Aquino Gomes, técnico Operacional. Eles relataram as dificuldades que os Correios tem em trabalhar em Palmas. “Perdemos muito tempo em trabalhos internos fazendo a conversão de endereços”, explica Marinho.

Os técnicos dos Correios alegam que o modelo atualmente mais utilizado, aquele que divide a cidade apenas em regiões Sul e Norte e que dispensa a adoção de QI´s (Quadras Internas), é o mais viável de se trabalhar. No entanto, defendem que o modelo a vigorar definitivamente tem que ser aquele que seja de melhor entendimento da população. “Chegamos a discutir esse assunto em gestões dos ex-prefeitos Nilmar Ruiz e Raul Filho, mas sem avanço. Agora apoiamos o vereador Milton Neris, que vem lutando para que esse impasse chegue ao fim”, completa Marinho.

Milton Neris propôs o debate sobre as nomenclaturas de Palmas tão logo assumiu seu segundo mandato na Câmara de Vereadores em agosto deste ano e agora trabalha para que a audiência pública aconteça ainda neste semestre, uma vez que no final do ano os vereadores irão trabalhar na composição do orçamento de 2015 e que este possa prever os custos necessários para a definição da única nomenclatura que deverá vigorar no município. “Já está na hora de pararmos de usar duas nomenclaturas, pois isso causa uma tremenda confusão. Não podemos mais adiar essa decisão”, apela.