Polí­tica

Foto: Benhur de Sousa

Os projetos que tratam de um pacote de benefícios para a Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros ainda não chegaram à Assembleia Legislativa. O Comandante Geral da PM, Coronel Luiz Claudio Benício já adiantou ao Conexão Tocantins que os projetos pedem o adiantamento de progressões da Polícia e ainda a promoção por tempo de serviço. Segundo ele cerca de 500 devem ser promovidos para que os policiais se sintam motivados.

Aragão disse que tem recebido várias ligações sobre o assunto e pediu ao presidente da Casa de Leis, Osíres Damaso (Democratas) que converse com o governador sobre os projetos.“Peço à Vossa Excelência que busque um caminho”, disse.  Damaso disse que não tem nenhuma informação sobre matérias que ainda não chegaram na Casa de Leis.

Os projetos já estão na Casa Civil e são aguardados com grande expectativa pela categoria.

A tropa de militares suficiente para atender as demandas do Estado seria de R$ 8 mil policiais, segundo estimou o Comandante.

No pacote de bondades está ainda a proposta de concessão de função gratificada para ex-comandantes que tem atuado pelo menos 18 meses.