Palmas

Foto: Antônio Gonçalves

A prefeitura de Palmas já encaminhou para a Câmara de Palmas um projeto de lei que visa diminuir 20% dos cargo comissionados. Atualmente são 480 cargos, segundo informou o secretário de Governo, Adir Gentil em entrevista ao Conexão Tocantins. “ Este projeto já está na Câmara e fizemos um amplo estudo de racionalização que mostra que com a modernização da administração diminui também o volume de cargos, uma coisa leva a outra”, frisou.

O secretário destacou ainda a política de meritocracia, implantada na atual gestão, para valorizar os servidores e prepará-los melhor para ocupar os cargos da gestão.   “Queremos uma máquina mais enxuta e menor”, frisou.

A redução dos servidores é parte de uma reforma que o prefeito Carlos Amastha (PP) vai anunciar na próxima quinta-feira, 6. Outra alteração será a criação da pasta de Integração Social, Direitos Humanos e Defesa do Consumidor que será comandada por Tiago Andrino.

“Nosso objetivo  é fazer com que a gente tenha um grande projeto na cidade de erradicação da miséria e buscando melhor qualidade de vida da cidade. Queremos uma cidade sem miséria e sentimos  a necessidade de ter uma pasta para usar os recursos de maneira que erradicaremos a miséria e teremos uma harmonia social”, frisou.

Conforme o Conexão Tocantins adiantou o prefeito se reúne nesta terça-feira, 4, com os vereadores da sua base para discutir a nova reforma administrativa.