Polí­tica

Foto: Divulgação

O ex-secretário de Governo e relações institucionais da Prefeitura de Palmas, Tiago Andrino se prepara para retornar aos quadros do Paço Municipal após ter tentado uma vaga na Câmara Federal. Embora tenha conseguido votação expressiva e mesmo pregando a renovação na política, Andrino não conseguiu se eleger.

Em entrevista ao Conexão Tocantins na tarde desta quarta-feira, 5, Andrino que atualmente é presidente do PP da capital comentou a situação interna na legenda, comandada pelo deputado federal Lázaro Botelho. O PP passou por divergências no período pré-eleição por causa do apoio ao candidato ao Governo portanto o grupo do prefeito Carlos Amastha e do presidente Botelho acabaram apoiando Sandoval Cardoso.

“O PP teve um grande amadurecimento. Minha relação com o Lazaro melhorou. Tivemos convívio perfeito na eleição e não existe mais crise no PP”, frisou.

Ao comentar o processo eleitoral onde seu candidato a Governo não venceu, Andrino admitiu que sentiu a derrota junto com o governador. “Fizemos uma campanha com muita dedicação e foi uma derrota que sentimos juntos”, avaliou. Um fato ressaltado por Andrino foi seu apoio e o do prefeito Amastha para a presidente Dilma. Segundo ele, foi um apoio decisivo e que ajudou muito na vitória da presidente no primeiro turno.

Sobre o fato de não ter obtido êxito na candidatura assim como seu colega de partido e grupo, presidente da Câmara, Major Negreiros (PP) que disputou uma cadeira na Assembleia, Andrino disse que as eleições no Estado ainda são muito conservadoras. “Tanto eu como o Major (Negreiros) fizemos uma campanha diferente pregando a renovação mas as eleições ainda são muito conservadoras no Tocantins”, avaliou.

Novo governo

Outro ponto comentado por Andrino foi a relação de seu partido com o novo governador Marcelo Miranda. “Acho que o PP tem que dialogar com os nossos aliados sobre o novo governo. Conversar com a nossa deputada Valderez, o Cleiton Cardoso e o Junior Evangelista que tiveram nosso apoio e pensar num caminho tranquilo mas sem nenhum tipo de precipitação. Temos que ouvir os aliados para que juntos decidamos nosso rumo”, frisou.

Analisando o futuro e o pleito de 2016, Andrino frisou que Amastha vem apostando numa boa gestão e isso será decisivo para a próxima disputa á Prefeitura da capital. “ O governo é muito bem avaliado em todas as áreas e não vai ser nenhum partido mas sim o povo que vai decidir a reeleição do prefeito”, frisou.