Polí­tica

Foto: Divulgação

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) calculou quanto cada prefeitura vai receber com o aumento de 1% do Fundo de Participação dos Municípios. O repasse será inicialmente dividido: 0,5% em julho de 2015 e 0,5% em julho de 2016. As projeções da entidade podem ser verificadas por Estado. Tocantins receberá R$ 28.546.304, em 2015 e R$ 61.945.480, em 2016.

A capital Palmas deve receber R$ 5.456.454 mi em 2015 e R$ 11.840.504 em 2016. Já Araguaína receberá R$ 1.520.780 no próximo ano e R$ 3.300.092 mi em 2016.

A Comissão Especial da Câmara dos Deputados aprovou, por maioria de votos, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que aumenta o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O texto aprovado, na tarde desta terça-feira (2), prevê o aumento de 1% no Fundo. Gestores municipais de todo o país acompanharam a sessão e pressionaram os parlamentares para que a votação não fosse adiada por falta de quórum.

O menor município do Tocantins, Oliveira de Fátima terá um aumento significativo. Em 2015 a previsão é de R$ 134.247 mil para o próximo ano e R$ 291.317 mil para 2016.

Os prefeitos do Estado reclamam constantemente do valor do FPM e alegam que o índice não dá para arcar com todas as despesas da administração.