Palmas

Foto: Valério Zelaya

Os moradores do Jardim Taquari têm até a sexta-feira, 14, a oportunidade de resolver questões  junto à Prefeitura, de forma ágil, integrada e  no próprio bairro,  através do Resolve Taquari. O  Projeto promovido pela Prefeitura da  Capital, instalado na Feira Coberta do Bairro, prestará atendimento à população das 10 às 20 horas.

O Resolve Taquari  disponibiliza atendimento  das secretarias de  Finanças, Desenvolvimento Econômico e Emprego,  Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Habitação,  Governo e Procuradoria Municipal. São ofertados serviços de  atualização e cadastro habitacional, avaliação para  acesso ao IPTU Social,  alvarás de funcionamento, dentre outros.

O Banco do Povo também está no local, com ação  integrada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Emprego. “No momento em que o cidadão consegue o Alvará de Funcionamento  ele já recebe orientações de como conseguir financiamento junto ao Banco”, explicou o gerente da Instituição, Josimar Sanches.

Pendências

A  finalidade é simplificar e desburocratizar o atendimento à comunidade, levando os serviços de áreas afins para próximo da comunidade, explicou o prefeito de Palmas, Carlos Amastha, ao ressaltar também que no primeiro momento o Projeto terá foco nas regiões que possuem pendências de regularização fundiária.

De acordo com o Prefeito, a realização do Resolve no setor Taquari  ocorre como um Projeto Piloto, posteriormente os serviços deverão ser levados aos  setores União Sul, Irmã Dulce, Universitário e Lago Norte.

“Estaremos em regiões que possuem questões fundiárias que ocasionam uma  série de problemas aos moradores e comerciantes, como a não liberação de alvarás de funcionamento,   falta de documentação de imóveis, dentre outras pendências e entraves na vida da população. É isto que queremos resolver e facilitar para o cidadão”, frisou o Prefeito.

Com uma criança recém-nascida, a moradora Suzana Pinheiro Rodrigues  viu no Resolve a  chance de realizar seu cadastro habitacional. “Há tempos que quero fazer esse cadastro, mas sem meio de transporte e agora com um bebê ficava muito complicado”, disse.

Já o senhor José Gomes da Silva aproveitou a oportunidade para fazer a avaliação de seu IPTU. “Espero rever o valor do meu IPTU e conseguir o benefício do IPTU social”, explicou. (Secom Palmas)