Geral

Foto: Divulgação

Foi assinadona terça-feira (11) em Taquaruçu, o termo de formalização do comitê gestor do Projeto Estruturação do Pólo Turístico de Taquaruçu. Participaram do ato solene representantes do Sebrae Tocantins, Prefeitura municipal de Palmas, associações e lideranças locais, além de órgãos da Administração Estadual.

O comitê Gestor tem como função coordenar e promover articulação interinstitucional, como também tem o objetivo de validar, divulgar e enfrentar as dificuldades do projeto. Segundo o presidente da Agetur, Cristiano Queiroz Rodrigues, esse grupo será composto por instituições que poderão contribuir de forma direta para o desenvolvimento do projeto. A comunidade local também está representada pelo grupo consultivo.

De acordo com o analista do Sebrae, Fábio Cruz, o projeto tem como público alvo Proprietários de pequenos negócios do setor de turismo situados no distrito de Taquaruçu – Palmas. “O projeto prevê o atendimento aos Microempreendedores Individuais e Empresas de Pequeno Porte, ou seja, o projeto vai alcançar as pequenas pousadas, agências de turismo, bares, restaurantes, padarias, mercados, atrativos turísticos, artesãos e outros.

Compromissos do comitê

Com a assinatura do termo, o comitê gestor irá nomear um representante constante para participar das reuniões de monitoramento capitaneadas pelo próprio comitê gestor, será responsável pelos resultados, qualidade e prazos de entrega das ações do projeto, assim como fornecer as informações demandadas em tempo hábil e na qualidade e especificações requeridas.

“Também é papel do comitê gestor colaborar através do apoio logístico e mobilização do público alvo para as realizações das atividades expressas no projeto, disponibilizar as informações e estudos técnicos da instituição a qual faz parte dentre outros”, lembrou o analista do Sebrae.

O projeto Estruturação do Pólo Turístico de Taquaruçu se propõe a trabalhar as bases, de forma a identificar e consolidar com perenidade as atividades turísticas do Distrito de Taquaruçu, possibilitando com as ações previstas no projeto o desenvolvimento dos pequenos negócios da região.

A vigência do projeto é de quatro anos, onde nesse período as ações estão dispostas a identificar, planejar, estruturar, implantar e divulgar a realidade turística do Distrito. (Ascom Sebrae)

Por: Redação

Tags: Sebrae, Taquaruçu