Polí­tica

Foto: Divulgação

O vice-presidente estadual do PSD e deputado estadual, Toinho Andrade, já começou as articulações para tentar ser o candidato do governador eleito Marcelo Miranda (PMDB)  à presidência do poder legislativo. Em entrevista ao Conexão Tocantins na tarde desta quinta-feira, 12, ele disse que não defende que o candidato seja um veterano mas que o parlamentar precisa conhecer bem a Assembleia Legislativa.

“O novo presidente tem que ser uma pessoa que conheça a Casa”, frisou ele que é segundo secretário da mesa diretora atual presidida por Osíres Damado (Democratas). Toinho contou que vai procurar conscientizar os deputados que pode contribuir e ajudar muito o parlamento. O maior desafio para a Casa de Leis, segundo ele, é resgatar a credibilidade. “Temos que trazer de volta a credibilidade da Assembleia já que a classe política está tão desacreditada”, frisou.

Ele contou que como segundo secretário sabe da situação de dificuldade que o Estado passa. “ Nós deputados aliados temos que  ter compreensão e ajudar muito o governador Marcelo, porque ele vai passar por uma dificuldade muito grande”, frisou.

Questionado sobre os espaços que o partido deve ocupar no novo governo, Toinho frisou que ainda ao conversou com o presidente regional, deputado federal Irajá Abreu, sobre qual será a participação do partido na gestão. “Não sentei ainda com o Irajá para conversarmos com o governador, mas queremos participar, contribuir e ajudar, porém, deixando o governador à vontade”, frisou.

Além de Toinho, já manifestaram interesse em disputar o petista José Roberto Forzani e o novato Nilton Franco do PMDB. Da atual base do governo, o atual presidente Damaso segue como um dos mais cotados.