Geral

Foto: Divulgação

A missão técnica ao município de Bonito (MS) realizada pelos empresários de Taquaruçu foi iniciada na quinta-feira, 20, com uma reunião conduzida pelo trade turístico da cidade no auditório da Câmara Municipal. Na ocasião, foi abordada a trajetória de desenvolvimento do turismo, que consagrou o destino com um dos mais estruturados do Brasil. A visita segue até sábado, 21, e faz parte do projeto de estruturação do Polo Ecoturístico de Taquaruçu, realizado por meio da parceria entre a Agência Municipal de Turismo (Agtur) e o Sebrae/TO.

Os 11 empresários do Distrito, que representam o trade da região, juntamente com os técnicos da Agtur e do Sebrae/TO foram recebidos pelo prefeito da cidade, Leonel de Souza Brito, acompanhado pela secretária de turismo, Juliani Salvadori. “Me sinto honrado em receber pessoas que lutam pelo turismo e poder trocarmos experiências. O segredo é zelar pelo meio ambiente, investir no capital humano e ter um bom diálogo entre iniciativa privada e poder público”, ressaltou  o prefeito.

Segundo o presidente da Agtur, Cristiano Rodrigues, Bonito é um modelo importante para que o projeto de Taquaruçu avance. “Precisamos levar essas boas práticas a nossa região para criarmos mecanismos para usar os recursos da melhor forma. Sabemos que o processo é longo, mas é um grande começo estarmos aqui aprendendo com vocês”, disse.

No encontro, a consultora do Sebrae/MS, Vanessa Leite falou sobre o Case Bonito, cada etapa vivenciada, relacionada a profissionalização dos guias e demais envolvidos no processo turístico, criação do voucher único, implementação obrigatória do 6° ao 9° ano da disciplina de turismo, entre outras ações. Em seguida o diretor da Secretaria de Turismo, Cleyton Castilho, esclareceu sobre a importância do fomento e normatização da atividade turística desenvolvida pelo Conselho Municipal de Turismo.

Outro assunto bastante recorrente levantado pela bióloga e turismóloga da prefeitura de Bonito, Marilizi, na reunião foi a preservação do meio ambiente. “Bonito vende natureza e o ser humano interfere neste meio, por isso é fundamental fazer um estudo minucioso para saber a capacidade de carga de cada atrativo. O turismo é na verdade uma ferramenta de conservação da natureza”, completou.

Para o empresário Fabiano Souza, a experiência foi bastante válida, pois segundo ele as palestras tiveram muito a contribuir e a ensinar da maneira correta. “A gente consegue visualizar melhor as dificuldades. Temos que transpor isso e com as nossas diferenças estruturais permitir que consigamos identificar com mais facilidade”, disse.

Visita aos atrativos

No período da tarde, a equipe visitou o atrativo “Rio Sucuri” para observar na prática como funciona a logística, a recepção do turistas e outros pontos relevantes.

Nesta sexta, 21, os visitantes vão conhecer o Balneário Municipal e a Gruta do Lago Azul, dois atrativos geridos pela prefeitura. E no sábado, 22, está previsto para conhecerem a Estância Mimosa. (Secom Palmas)