Meio Ambiente

Foto: Divulgação

A população de Pedro Afonso conta com mais um espaço de lazer, uma praça que foi elaborada com material diversificado. Ao total foram utilizadas 10 mil garrafas PET e 500 pneus na construção da Praça Ecológica. A praça será entregue oficialmente à comunidade nesta sexta-feira, 28 de novembro, a partir das 8 horas.

A iniciativa é do professor Fabrício Rocha, que em 2010, criou o projeto Amigos do Meio Ambiente (AMA), que desenvolve ações socioambientais com crianças e adolescentes. Cerca de 100 voluntários ligados a igrejas, faculdades, escolas estaduais e municipais, além de pessoas da comunidade, ajudaram na construção.

Todo o material utilizado teria como destino o lixo, mas uma ação inédita no Tocantins iniciada ainda em setembro de 2010 deu uma destinação útil a esses produtos. As garrafas e pneus foram usados na construção da Praça, considerada a maior do Brasil feita com esse tipo de material. Mais importante ainda é que o local escolhido fica na área urbana da cidade, às margens do rio Sono, que era usado como depósito de lixo. Antes, o cenário era de sujeira e descaso.

A praça tem várias espécies de árvores raras, como, por exemplo, Palmeira Imperial, Mogno do Pará, Ipê, Imbaúba e Barriguda. Um viveiro para produção de mudas doado pela Coapa – Cooperativa Agroindustrial do Tocantins, um parquinho infantil e um campo de areia.

A Prefeitura de Pedro Afonso também apoiou o projeto com doação de materiais e a pavimentação e construção de meio-fio no entorno da praça. 

Por: Fred Alves (colaboração)

Tags: Pedro Afonso, Praça Ecológica