Saúde

Foto: Divulgação

Os anestesistas que atuam nos hospitais públicos do Estado vão parar na próxima segunda, 1°. A informação é da Cooperativa de Anestesiologistas do Tocantins (Coopanest-TO) depois de decisão em assembleia com seus cooperados.

Segundo o presidente da Coopanest-TO, Antenor de Muzio Gripp, o Governo do Estado não tem cumprido o contrato com a classe e não tem efetuado o pagamento dos serviços de anestesiologia desde o mês de julho. “Isto tem ocasionado sérios problemas aos cooperados pois muitos têm assumido empréstimos com juros altos para poder manter seus compromissos tendo pagamentos atrasados para receber ,oque é um absurdo. Após esgotar todos os meios de diálogo com o governo, que  fica na promessa de pagamentos, sem efetivá-los, resolvemos paralisar os serviços a partir do dia 1 de dezembro, caso não sejam colocados em dia os pagamentos”, disse Antenor.

Os anestesistas estarão, no dia 1°, em frente aos Hospitais Públicos do Estado, em protesto pacífico, esclarecendo a população sobre o motivo da paralisação.

A situação da Saúde se agrava ultimamente. Os problemas vão desde á falta de condições de trabalho para os profissionais da Área, máquina de radioterapia quebrada e até o lixo chegou a ficar acumulado por semanas por falta de pagamento á empresa.

O governo trocou o comando da pasta da Saúde esta semana porém os problemas se agravam.

Por: Redação

Tags: Antenor de Muzio Gripp, Coopanest