Polí­cia

Foto: Divulgação

A Secretaria de Defesa Social confirmou que um reeducando foi encontrado morto na madrugada desta terça-feira, 25, na cela em que ocupava, com mais seis presos, na Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota, em Araguaína. Conforme a pasta, a polícia investiga um possível suicídio, já que o corpo do reeducando foi encontrado envolto em uma teresa (corda artesanal feita com lençóis), com sinais de asfixia. Os próprios reeducandos que estavam com ele na cela acionaram os agentes para fazer o socorro.

A perícia esteve no local e o laudo apontando as causas da morte será finalizado em 30 dias. A delegacia abriu um inquérito para investigar a ocorrência e colherá ainda hoje os depoimentos dos demais reeducandos que estavam na cela.

São 42 unidades prisionais no Estado, maioria com quantidade de presos além do que seria ideal.

Mortes

Conforme o Conexão Tocantins apurou junto á Secretaria de Defesa Social este ano foram registrados ao todo 11 mortes de detentos. Este ano foram registradas um homicídio na Cadeia Pública de Araguatins , um suicídio na CPP de Porto Nacional e outro na Cadeia Pública de Lajeado além de um homicídio e um suicídio na Casa de Prisão Provisória da Capital - CPP.

Na Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota além desta morte registrada ontem  já foi registrado outro homicídio este ano.

O Centro de Ressocialização Luz do Amanhã de Cariri lidera o número de mortes sendo quatro  homicídios registrados somente este ano. A situação no Centro já foi alvo de vários questionamentos por parte de alguns órgãos como a Defensoria Pública.