Polí­tica

Foto: Koró Rocha

O deputado Vilmar do Detran (SD) saiu na defesa do atual governo com relação ás críticas da Saúde. “Quero que eles venham à tribuna e espero que isso aconteça dizendo que foi solucionado o problema da Saúde a partir de 1º de janeiro. O atual governo tem investido e muito na saúde, se é falta de gestão é preciso que alguém venha provar isso”, disse.

O deputado disse que Sandoval vai entregar o Estado bem melhor do que o ex-governador Siqueira Campos (PSDB) recebeu.

O líder do governo Wanderlei Barbosa (SD) afirmou que os que deixaram o Estado em péssimo estado querem que Sandoval em sete meses resolva todos os problemas. “E isso eu falo de todos os governos. Não podemos atribuir uma situação de caos total a um governo de sete meses que vai ficar nove meses durante todo o seu mandato. Não podemos fazer disso um subterfúgio para deixar de votar as matérias que estão na Casa. È apenas um engodo, uma desculpa para não votar as matérias que estão na Casa”, acusou.

Sobre a saúde ele propôs que os deputados visitem a pasta e investiguem o que está ocorrendo. “Não podemos ter subterfúgios para deixar de votar as matérias”, frisou.

Barbosa disse que vai cobrar do próximo governo. “Esperamos que mudem esse Estado”, disse. Ele chegou a dizer que Sandoval não deu conta em sete meses e que espera que Marcelo Miranda consiga em quatro anos.

O deputado José Roberto Forzani (PT) rebateu Barbosa. “Esse governo que está aqui não iniciou há sete meses e sim há quatro anos. A única alegria que trouxe para o povo é que está saindo em um mês. É um caos total”, disse. Ele disse que a Casa de Leis não tem a obrigação de votar todos os projetos que o governo manda.