Estado

Foto: Divulgação

O município de Recursolândia situado a 348 km de Palmas, foi a cidade com o menor índice do Tocantins com índice de 0,500, último dentre as 139 cidades. Em 2010 a cidade teve índice de 0,330. A penúltima cidade no ranking estadual foi Centenário com indicador de 0,569. O IDHM vai de 0 a 1: quanto mais próximo de zero, pior o desenvolvimento humano, quanto mais próximo de um, melhor.

O município de Nova Rosalândia chegou a ser mencionado como o último no Ranking do Estado porém não procede a informação e conforme os dados a cidade figura dentre os melhores índices do Tocantins.

Os Dados foram divulgados nesta terça-feira, 25, pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) que  apresentou os dados do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) de 2010 de todos os 5565 municípios do país e também do Tocantins.

Em 2010 o município do Jalapão, Mateiros, teve o pior IDH do Estado. A cidade nesta nova sondagem teve índice de 0,607 e está em 3.984º lugar no ranking.

Os dados porém mostram avanços dentre as três maiores cidades do Tocantins. A capital Palmas teve bom desempenho e saiu da 580ª posição no ranking nacional e agora figura dentre a 76ª com indicador de 0,788, sendo que em 2010 o índice foi de 0,654.

São analisados dados de educação, renda e longevidade e na capital o índice de ganho dos palmenses subiu para 0,789 os outros também tiveram avanços.

Na segunda maior cidade, Araguaína está em 508ª no ranking e registrou IDHM de 0,752, conforme os dados. Um avanço significativo já que estava na 1.957ª posição há uma década atrás. Já Gurupi, principal cidade do Sul, registrou índice de 0,759 e está na 383ª posição. Em 2010 o índice da cidade era de 0,610.

IDH

 O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é uma medida resumida do progresso a longo prazo em três dimensões básicas do desenvolvimento humano: renda, educação e saúde.