Estado

Foto: Divulgação

Dois importantes órgãos de fiscalização receberam certificação do Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização (Gespública) nesta quinta-feira, 04. O Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE) recebeu a primeira certificação e o Ministério Público Estadual (MPE), a terceira. A solenidade ocorreu na sede do MPE, em Palmas.

A Procuradora-Geral de Justiça, Vera Nilva Álvares Rocha Lira, disse que o programa tem mudado a realidade do Ministério Público Estadual nos últimos anos. “Quem conhece o Gespública fica motivado pelo projeto. Aqui no MPE acontece essa contaminação positiva nos servidores e membros. A maioria das sugestões do nosso Núcleo de Excelência em Gestão Pública é acatada em benefício das atividades ministeriais. É um orgulho sermos a instituição âncora do Gespública no Tocantins.

Já o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Manoel Pires dos Santos, destacou as mudanças decorrentes da implementação do Programa no órgão de fiscalização. “É uma satisfação estarmos recebendo esta primeira certificação. O TCE mudou muito nos últimos anos e o Gespública faz parte desta mudança. Trouxe mais profissionalismo para dentro da instituição”.

Os benefícios do programa são diversos. Propostas de melhorias em diversas áreas e autoavaliação são duas delas. “O programa possibilitou enxergarmos vários pontos que precisavam ser melhorados. Foi muito gratificante poder participar do Gespública”, disse o analista de controle externo do Tribunal de Contas, Leidson Welles Santos.

Prestigiaram o evento a Procuradora-Geral de Contas, Litza Leão Gonçalves, o Secretário-Executivo do Núcleo de Excelência em Gestão Pública do Estado do Tocantins, Pedro Amilton Aguiar Cruz, além de membros e servidores do MPE e do TCE.

Saiba mais

O Gespública foi criado em 2005 tendo como objetivo melhorar a qualidade dos serviços públicos prestados a sociedade. É um programa que busca a excelência na gestão, baseado em métodos de padrões de qualidade internacional, que inicialmente eram aplicados apenas na iniciativa privada. O programa é composto de uma série de critérios que avaliam o desempenho das instituições públicas nos diversos ramos de atuação. (Ascom MPE)