Campo

Foto: Divulgação

No dia 06 de dezembro, é comemorado o Dia do Extensionista Rural. Os profissionais dessa área são responsáveis por levar novas tecnologias e conhecimentos aos agricultores familiares, promovendo a diversificação da produção e a melhoria da qualidade de vida no campo, com sustentabilidade.

No Tocantins, a extensão rural, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), está presente nos 139 municípios tocantinenses, com sete regionais, 92 escritórios locais e a sede central, em Palmas. Atualmente 707 servidores compõem o quadro administrativo e técnico da instituição, atendendo mais de 20 mil famílias de agricultores.

Há 24 anos, o médico veterinário e extensionista rural, Pedro da Silva Pimentel, acompanha o dia a dia do agricultor familiar, no Estado. Para ele a extensão rural tem a missão de transformar a realidade no meio rural e ao mesmo tempo suprir as necessidades de alimentos de quem vive na cidade.

“É um trabalho educativo, feito com amor, por isso provoca mudanças de comportamento. Ser extensionista é antes de tudo respeitar o produtor, adquirindo a confiança dele, pois o objetivo é melhorar a sua condição de vida, tanto no lado social quanto econômico”, disse.

Para o agricultor familiar Jilcélio Nunes da Silva, de 40 anos, o extensionista é o braço direito do produtor. Ele tem a visão de futuro e consegue despertar o lado empreendedor de cada um, orientando desde os primeiros passos.

“Graças ao acompanhamento dos extensionistas do Ruraltins, há três anos montei minha agroindústria de produção de rapadura, no Assentamento São João, em Porto Nacional. Eles estão ao meu lado em todo processo, desde o plantio da cana até a colocação do produto no mercado. Hoje tenho compradores na capital e no interior do Estado. Sem essa assistência seria impossível chegar até aqui. Acredito que a prática sem a técnica não vai muito longe, por isso merecem toda nossa gratidão e reconhecimento”, avaliou.

Dia do Extensionista

O Dia do Extensionista Rural foi criado pelo Congresso Nacional através da Lei 12.386, no dia 3 de março de 2011. As empresas de extensão rural dos 27 Estados da Federação celebram a data, que têm por objetivo reconhecer o valor desses profissionais que atuam diariamente junto com agricultor. O dia 06 de dezembro foi escolhido porque assinala a inauguração da primeira instituição de extensão rural do Brasil, a Associação de Crédito e Assistência Rural de Minas Gerais (ACAR), em 1948, sendo a primeira instituição criada com o objetivo de atender as demandas do homem do campo e orientá-los na melhor utilização das terras. (Ascom Ruraltins)

Por: Redação

Tags: Jilcélio Nunes da Silva, Ruraltins