Esporte

Foto: Imagem ilustrativa/ Da Web

Pela 90ª vez, a Avenida Paulista será tomada amanhã (31) por corredores profissionais e anônimos na tradicional Corrida Internacional de São Silvestre. A prova de rua, que é também uma celebração à chegada do novo ano foi idealizada pelo jornalista Cásper Líbero em 1924, e de lá para cá ocorreu todos os anos, a cada edição com maior sucesso.

A primeira largada ocorre às 6h50 para corredores cadeirantes, o pelotão de elite feminino sairá às 8h40, e 20 minutos depois será a vez dos atletas de elite masculinos e do pelotão especial, composto tanto por homens como por mulheres. Logo em seguida, será a vez de uma multidão de quase 30 mil anônimos de todo o País, um número recorde para a competição.

Pela terceira vez, a competição ocorre pela manhã. Neste ano, houve pequena mudança no trajeto, com a inclusão de um contorno no centro da cidade, em formato de coração. O trecho inclui as avenidas São João, Vieira de Carvalho, da Praça da República e Ipiranga.  O percurso começará na Avenida Paulista, perto da Rua Frei Caneca, e a chegada será em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero, na mesma avenida. Os kits da corrida para os inscritos serão entregues até as 16h de hoje (30) no Ginásio do Ibirapuera, na Rua Manoel da Nóbrega.

Entre as favoritas para vencer a prova, está a queniana Nancy Kipron, campeã da edição 2013. Ela completou o percurso de 15 quilômetros em 51 minutos e 58 segundos. Outro destaque é a também queniana Priscah Jeptoo, ganhadora da São Silvestre 2011 e medalha de prata na maratona nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e no Mundial de Daegu 2011. A maior chance de pódio no feminino para o Brasil é com a catarinense Joziane da Silva Cardoso. Ela venceu no início de dezembro a Volta Internacional da Pampulha, em Belo Horizonte, quebrando um jejum de oito anos sem títulos nacionais no evento.

No pelotão masculino, o favoritismo também é dos quenianos, com Mark Korir e Stanley Koech, que conquistaram o segundo e terceiro lugares no ano passado, respectivamente. O etíope Tariku Bekele, medalha de bronze nos 10 mil metros nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, será forte concorrente para os atletas do Quênia. Na disputa pelo Brasil, Giovani dos Santos, que conquistou o quarto lugar em 2012 e 2013, é uma das promessas de pódio. Ele venceu a prova da Pampulha, no último dia 7.

A partir das 16h de hoje, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) iniciará os bloqueios nas ruas que fazem parte do percurso da São Silvestre. A operação especial prevê a utilização de mais de 1.000 cavaletes, 113 faixas informativas, oito faixas de orientação, 650 metros de gradis e mais de 100 agentes de trânsito para operacionalizar o tráfego local. (EBC)

Por: Redação

Tags: Agência Brasil, Esporte