Polí­cia

Foto: Divulgação

O corpo de Cintia Gomes da Silva, 29 anos, foi encontrado em sua residência localizada no município de Araguaína, setor Lago Sul, por volta das 11 horas no último sábado, 03. Segundo a Polícia Militar, o marido de Cintia é o principal suspeito do crime.

Familiares relataram que Joarez havia ligado para sua irmã dizendo que naquela noite de sexta-feira, 02, tomaria uma atitude e faria algo que todos iriam ficar sabendo. Do instante em diante não atendeu mais a ligações. Perante o relato, os familiares passaram a procurá-lo por telefone e pessoalmente e como não o encontraram, deslocaram a sua residência e ao entrarem no imóvel localizaram Cintia, morta sobre a cama e com sinais de sangramento.

O marido de Cintia, Joarez Felix da Silva, 28 anos de idade, teria deixado um bilhete e uma mensagem escrita com batom no espelho do quarto do casal após o crime. “Amava demais. Ela nunca gostou de mim”.

A perícia constatou que a provável causa da morte foi o afundamento no crânio da vítima, causado por um objeto contundente, não encontrado. O corpo foi conduzido ao IML pelo rabecão e não foi possível coletar maiores dados do suspeito. (Matéria atualizada às 11h59min) (Com informações Ascom PM)

Por: Redação

Tags: Araguaina, Polícia, Polícia Militar