Polí­cia

Foto: Divulgação

Os detentos do presídio Colônia Agrícola de Cariri, no sul do Estado tentaram uma ação de fuga na noite deste último domingo, 11, porém não tiveram êxito. A tentativa frustrada ocorreu por volta das 19 horas, quando detentos possivelmente usaram explosivos na muralha de proteção do fundo do presídio.

Os três detentos, responsáveis pela ação, já foram identificados. Dois deles estão presos por participação no assalto ao Banco do Brasil de Aliança do Tocantins, ocorrido em dezembro do ano passado.

Segundo o governo, a situação no presídio foi totalmente controlada. Os pavilhões estão fechados e está sendo feita, nesta manhã, uma revista geral que até agora não encontrou mais explosivos. O reparo do muro também já está sendo providenciado.  

O diretor da unidade, Daniel Barbosa, está instaurando procedimento administrativo para descobrir como os detentos tiveram acesso ao explosivo. Também foi instaurado inquérito policial para apurar as responsabilidades.