Estado

Foto: Divulgação

Um grupo de candidatos do certame da Defesa Social realiza manifestação a partir das 9 horas desta quarta-feira, 14, em frente ao Palácio Araguaia. Eles levarão cartazes, carros de som e vão tentar conversar com um representante do governo sobre o andamento do certame.

A Funcab, Fundação responsável pelo certame, se recusa a divulgar as notas da prova objetiva bem como a convocação para o teste de aptidão física. Procurada pelo Conexão Tocantins a Fundação disse que ainda aguarda negociação com o governo para dar seguimento ao certame.

O grupo quer cobrar da Fundação que dê andamento às etapas do certame e que divulgue novas datas para as outras etapas.

Já a Secretaria Estadual a Administração – Secad já informou que não pretende cancelar o concurso e que já pediu á empresa que divulgue as notas. A pasta pediu ainda auditoria para descobrir onde foi parar o dinheiro integral das inscrições que deveria ter sido usado pela gestão passada para pagar o certame.

Questionado sobre o assunto o governador Marcelo Miranda (PMDB) afirmou nesta terça-feira, 13, que as famílias podem ficar tranquilas que o governo está buscando a solução porém ponderou: “Não podemos ser culpados por um problema deixado pela gestão anterior”, informou já que o governo anterior não pagou a empresa.