Estado

Foto: Divulgação

O Estado do Tocantins receberá nesta terça-feira, 20, a segunda parcela do Fundo de Participação dos Estados- FPE que será em torno de R$ 50 milhões. O valor porém não vai aliviar os cofres do Estado e será destinado para pagar as consignações da folha de pagamento de dezembro.

“A prioridade será pagar as consignações da folha que não foram pagas ainda, o INSS e Igeprev”, confirmou o secretário da Fazenda, Paulo Afonso ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 19.

O secretário afirmou que o Estado não está pagando nada. “Não tem como pagar nada só quando tiver dinheiro. Estamos avaliando tudo para saber qual é a situação de cada órgão porque não temos dinheiro para arcar com nada”, reafirmou.

O próximo repasse que o Estado receberá será no dia 30 de janeiro e as prioridades de pagamento serão estabelecidas junto com o governador.

A situação financeira deixada pela gestão anterior é complicada já que Marcelo Miranda recebeu a conta do Estado com saldo negativo de  R$ 3 mi. Repasses para escolas, para municípios, despesas de combustíveis, alugueis de automóveis e até o repasse para pagar o concurso da defesa Social não foram pagos pela gestão anterior.

A situação só vai amenizar quando a Assembleia Legislativa aprovar o orçamento deste ano que será encaminhado pela atual gestão no dia 2 de fevereiro