Estado

Foto: Antônio Gonçalves A capital Palmas receberá mais de 2 milhões em repasse do FPM A capital Palmas receberá mais de 2 milhões em repasse do FPM

O último repasse de janeiro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) será de R$ 2.332.019.350,43. O montante será creditado nesta sexta-feira, 30 de janeiro para os municípios. Sem a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o valor bruto é de R$ 2.915.024.188,04.

Este repasse teve um crescimento de 13,4% em termos nominais, em comparação com o terceiro decêndio de janeiro de 2014. Ao considerar a inflação, o crescimento real é de apenas 7,2%, segundo a Confederação Nacional de Municípios (CNM).

O Conexão Tocantins teve acesso aos dados  referentes ao Estado do Tocantins. No Tocantins, em valores brutos e corrigidos pelo IPCA, o repasse geral do terceiro decênio para todos os municípios é de R$ 41.391.536,20 mi sendo que em 2014 foi de R$ 36.549.478,91, uma diferença de R$ 4.842.057,29 mi.

111 municípios do Estado que são 0.6 receberão R$ 194.989,34 mil, no ano passado essas cidades receberam R$ 171.884,59 mil no mesmo mês, ou seja, uma diferença de R$ 23.104,74 mil. Os 14 municípios 0.8 receberão R$ 259.985,78 mil neste mês de janeiro. Apenas cinco cidades do Tocantins, classificados na categoria 1.2 receberão  R$ 389.978,67 nesta sexta-feira, 30.

A capital Palmas, considerado município 4.0, receberá R$ 2.184.805,81 mi sendo que no mesmo período do ano passado recebeu R$ 1.947.141,81 milhões. A segunda maior cidade do Estado, Araguaína, deve receber amanhã R$ 909.950,23 mil, R$ 107.822,13 mil a mais que 2014.

Conhecida como capital da amizade, a terceira maior cidade, Gurupi, recebeu ano passado em janeiro o valor de R$ 630.243,51 mil já este ano o repasse estimado é de R$ 714.960,90 mil.

Previsões futuras

Para fevereiro, a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) prevê aumento de 36%, em relação ao mês de janeiro. Para março, é o contrário: dever haver uma queda de 38% em comparação a fevereiro.

Acumulado

Todos os três decêndios de janeiro deste ano somam R$ 7,015 bilhões. No mesmo acumulado do ano passado, o total era R$ 7,567 bilhões. Em termos nominais, houve queda de 7,3%, e em termos reais, a redução foi mais acentuada, chegou a 12,4%.