Polí­tica

Foto: Conexão Tocantins

Antes de começar a cerimônia de posse dos parlamentares, houve um mal estar entre os deputados estaduais. O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) estava no plenário da Casa de Leis e foi conversar com o deputado da sua base, Cleiton Cardoso (PSL) quando Jorge Frederico, deputado do SD, levou a situação ao presidente Osires Damaso (DEM).

Imediatamente Damaso foi até Amastha e visivelmente alterado pediu que ele parasse com a conversa. Em entrevista ao Conexão Tocantins Jorge Frederico comentou o fato. “Ele estava tentando coagir o Cleiton e eu chamei o presidente. Isso aqui é cerimônia de posse, eleição é depois”, disse.

O deputado Eli Borges (Pros), disse ao Conexão Tocantins que ele é o candidato do governo mas admitiu que não sabe se há uma maioria. Do grupo do governo Eli Borges é o candidato que tem mais mandatos.

Antes de Borges, Toinho Andrade chegou a dizer que também seria o candidato.

O secretário de Articulação Política, Paulo Sidnei, disse ao Conexão Tocantins que está com esperança que o governo consiga ganhar.

A eleição acontece ainda na manhã deste domingo  1º de fevereiro.