Educação

Foto: Divulgação

Os alunos do campus da Unitins em Augustinópolis fizeram uma manifestação nesta quinta-feira, 5, reivindicando o início das aulas este ano. Segundo informou o deputado estadual Rocha Miranda (PMDB), que representa a reunião, a manifestação é em razão do atraso das aulas. “É preocupante, falta apenas diálogo de cada departamento para explicar o atraso”, disse hoje durante sessão na Assembleia Legislativa.

Um Comunicado oficial da reitora da Unitins foi encaminhado a todos os pólos informando que o início das aulas será suspenso por 30 dias enquanto a instituição consiga contratar novos professores. O Comunicado estabelece reuniões dia 9 em Araguatins, 10 em Augustinópolis e dia 12 em Dianópolis para tratar do assunto.

A Reitora da Fundação Universidade do Tocantins – Unitins, Elizângela Glória Cardoso se manifestou aos Diretores, Coordenadores e Alunos dos Campus de Araguatins, Augustinópolis e Dianópolis na qual lembra que há uma decisão do Ministério Público que impede de  contratar novos professores. “ Essa realidade inviabiliza o início das aulas na data prevista no calendário acadêmico no oferecimento de ensino com responsabilidade e qualidade”, informa no comunicado.

Foi publicada no Diário Oficial esta semana a instituição de comissão para reavaliar a contratação dos professores com relação á carga horária e compatibilidade de atuação.

Por meio de nota a Untins se pronunciou. A Fundação justificou que devido o cumprimento de Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Trabalho (MPT) está impossibilitada de realizar contratação de professores  e que por isso teve que suspender o início das aulas por 30 dias.

Confira nota na íntegra:

Nota à imprensa

A Fundação Universidade do Tocantins (Unitins) informa que devido cumprimento de Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Trabalho (MPT) está impossibilitada de realizar contratação de professores e por isso, teve que suspender o início das aulas pelo período de 30 dias nos campi de Araguatins, Augustinópolis e Dianópolis.

A reitora da Unitins, Elizângela Glória Cardoso, reforça que a gestão tem empreendido todos os esforços, inclusive junto ao Ministério Público do Trabalho, no sentido de buscar soluções para resolver a situação.

A reitora irá aos campi da Unitins localizados nas cidades de Araguatins, Augustinópolis e Dianópolis, a partir da próxima segunda-feira (9) para prestar esclarecimentos à comunidade acadêmica pessoalmente.

Calendário de visitas

Araguatins – 09/02/2015

Augustinópolis – 10/02/2015

Dianópolis – 12/02/2015 (Matéria atualizada ás 16h17min)

Por: Equipe Conexão Tocantins

Tags: Augustinópolis, Elizângela Glória Cardoso, Rocha Miranda, Unitins