Polí­tica

Foto: Divulgação

Os dois grupos políticos da Assembleia Legislativa conseguiram empatar na formação dos blocos partidários ficando cada um com três. O grupo do Palácio Araguaia conseguiu ainda uma sinalização de composição do deputado do PRTB, Junior Evangelista para compor com a base além do deputado do PSL, Cleiton Cardoso que por fim ficará com o governo.

Do grupo do governo os blocos são liderados por José Roberto Forzani do PT, Eli Borges do Pros e ainda Valderez Castelo Branco e a oposição por Eduardo Siqueira Campos (PTB), Ricardo Ayres (PSB) e Jorge Frederico (PSD).

A definição e indicação para presidência, vice e membros das comissões estão previstas para acontecer na próxima quarta-feira, 11. O grupo do governo vai se reunir nesta terça-feira, 10, para discutir os nomes. Estão à frente das articulações os líderes de blocos. “ Vamos discutir com calma para fazer a indicação dos membros”, afirmou nesta segunda-feira o petista José Roberto Forzani em entrevista ao Conexão Tocantins.

As duas comissões mais disputadas: Constituição e Justiça e a de Finanças, por acordo, foram divididas entre governo e oposição, respectivamente estando cotado o deputado Amélio Cayres para o comando da comissão que discutirá o orçamento deste ano.

O grupo do governo ficou ainda com Cidadania e Direitos Humanos, Saúde, Meio Ambiente e Turismo, Defesa dos Direitos da Mulher e Segurança Pública enquanto que a oposição ficou com as comissões de Desenvolvimento Rural, Cooperativismo, Ciência, Tecnologia e Economia; Educação, Cultura e Desporto; Acompanhamento e Estudos de Políticas Públicas para a Juventude e ainda a de Minas e Energia.

O governo já encaminhou matérias para a Casa de Leis dentre elas a Medida provisória que reorganiza a estrutura administrativa.