Polí­tica

Foto: Divulgação

Uma tolerância mínima de 20 minutos para estacionar na avenida JK após a implantação do Estacionamento Pago de Palmas foi a cobrança do vereador professor Júnior Geo (Pros), na sessão da Câmara Municipal de Palmas desta terça-feira, 10.

Outra reivindicação do parlamentar é a aprovação de uma lei para isentar idosos e deficientes físicos de pagar o estacionamento. Geo pontuou a existência de deficiências na implantação do sistema que precisam ser sanadas. “O critério básico para uma empresa executar um serviço público é ter capacidade técnica, que consiste em já ter atuado na área que se candidata a realizar o serviço, mas a Infosolo nunca desenvolveu esse tipo de trabalho nem no Brasil e em nenhum outro lugar do mundo”, denunciou.

O vereador lembrou que a falta de exigência de capacidade técnica no processo de licitação visando a contratação de empresa para operar o estacionamento foi denunciada ao Ministério Público Estadual em 2014, por ele e pelos vereadores Joaquim Maia (PV) e Iratã Abreu (PSD). Posteriormente, a licitação foi suspensa, com abertura de novo procedimento licitatório que resultou na habilitação da empresa Infosolo.

O vereador Gerson da Mil Coisas (PSL) qualificou o serviço de amador e disse que passou mais de cinco minutos para receber seu troco pelo pagamento da vaga.