Estado

Foto: Divulgação

Em discurso aos secretários estaduais ao determinar que as medidas emergenciais sejam tomadas para restaurar o Estado o governador Marcelo Miranda fez discurso conciliador. “governar é exercer o sacerdócio da diplomacia, da coerência e do processo de construção coletiva para agir com equilíbrio, justiça e unidade institucional”, disse.

Ele disse ainda que “as escolhas das medidas agora anunciadas são as necessárias para corrigir e provocar o menor impacto econômico e social para o Tocantins. Nosso estado, em virtude de irresponsabilidades e toda sorte de arbitrariedade a coisa pública, foi um dos estados mais afetado nesse cenário econômico. O Estado viu suas reservas financeiras serem dilapidadas por atitudes indecorosas e uma absoluta ausência de princípios de gestão pública”, disse.

Miranda propôs uma aliança entre instituições. “Temos que fazer uma aliança das instituições para que o Tocantins resgate sua credibilidade e volte a crescer com a velocidade e a força necessária para um salto na economia e na qualidade de vida da nossa gente”, disse.

“Nessas horas radicalismo, ânimos exaltados e falta de espírito coletivo não são atitudes coerentes e necessárias para construir as soluções inovadoras que precisamos. Estamos preparados para debater e participar do bom combate”, concluiu.

Veja  a íntegra do discurso:

"MENSAGEM MEDIDAS ADMINISTRATIVAS

11/02/2015

SENHORES PRESIDENTE DE ÓRGÃOS PÚBLICOS ESTADUAIS,

SENHORES DEPUTADOS ESTADUAIS

SENHORES SECRETÁRIOS,

VOCÊS TUDO VÊEM, TUDO VIVEM.

SÃO HOMENS E MULHERES ANTENADOS COM O PANORÂMA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BRASILEIRA E SABEM QUE A SITUAÇÃO ECONÔMICA DO NOSSO PAÍS E, EM ESPECIAL DO NOSSO ESTADO EXIGE RESPONSABILIDADE E ESPÍRITO PÚBLICO.

NO GOVERNO FEDERAL E NA MAIORIA DOS ESTADOS BRASILEIROS O MOMENTO É DE FORTE AUSTERIDADE PARA O REEQUILIBRIO DAS CONTAS PÚBLICAS E DO CUMPRIMENTO DE METAS FISCAIS.

OS IMPACTOS DESSA POLÍTICA DE AJUSTE DO GOVERNO FEDERAL ESTÃO CAUSANDO RETRAÇÃO DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS, COM INCERTEZAS SOBRE O FUTURO DE CURTO E MÉDIO PRAZO.

ANALISTAS ECONÔMICOS APRESENTAM UM CENÁRIO CAUTELOSO E CONSERVADOR COM RELAÇÃO ÀS RECEITAS TRIBUTÁRIAS E TRANSFERÊNCIAS DE RECURSOS.

ESTIMADOS COLABORADORES

O CENÁRIO EXIGE PROFUNDAS REFLEXÕES E ATITUDES SERENAS.

GOVERNAR É EXERCER O SACERDÓCIO DA DIPLOMACIA, DA COERÊNCIA E DO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO COLETIVA PARA AGIR COM EQUILIBRIO, JUSTIÇA E UNIDADE INSTITUCIONAL.

ADMINISTRAR É UMA ARTE. UMA CIÊNCIA. E MUITA PRÁTICA DEMOCRÁTICA.

É PRECISO OUVIR, AGIR E CONSTRUIR O AMANHÃ MELHOR PARA TODOS.

ASSIM, DEBRUÇAMOS QUARENTA DIAS EM PLANILHAS, GRÁFICOS, PROJEÇÕES E INTERPRETAÇÕES JURIDICAS SOBRE QUE MEDIDAS PODERIAM SER IMPLANTADAS PARA REVERTER UMA SITUAÇÃO NOVA E DIFICIL.

AS ESCOLHAS DAS MEDIDAS AGORA ANUNCIADAS SÃO AS NECESSÁRIAS PARA CORRIGIR E PROVOCAR O MENOR IMPACTO ECONÔMICO E SOCIAL PARA O TOCANTINS.

NOSSO ESTADO, EM VIRTUDE DE IRRESPONSABILIDADES E TODA SORTE DE ARBITRARIEDADE A COISA PÚBLICA, FOI UM DOS ESTADOS MAIS AFETADO NESSE CENÁRIO ECONÔMICO.

O ESTADO VIU SUAS RESERVAS FINANCEIRAS SEREM DILAPIDADAS POR ATITUDES INDECOROSAS E UMA ABSOLUTA AUSÊNCIA DE PRINCIPIOS DE GESTÃO PÚBLICA.

OS FATOS SÃO DE CONHECIMENTO DE TODOS E EU NÃO VOU FICAR OLHANDO PARA O RETROVISOR E CONTINUAR A LADAINHA CHOROSA DE UMA CRISE QUE NÃO É NOSSA. MAS QUE VAMOS SOLUCIONÁ-LA.

COMPREENDEMOS A NOSSA RESPONSABILIDADE E ESSE GOVERNO DE HOMENS E MULHERES SÉRIAS E COMPETENTES IRÁ ENCONTRAR A SOLUÇÃO E O CAMINHO DA SERENIDADE, PROSPERIDADE E LEGALIDADE.

AS DETERMINAÇÕES PARA AVERIGUAR E PUNIR ÀQUELES QUE FALTARAM COM A PROBIDADE ADMINISTRATIVA E DESCUMPRIRAM OS INSTRUMENTOS LEGAIS TAMBÉM ESTÃO NO PACOTE DE MEDIDAS QUE HOJE ANUNCIÁMOS.

QUEM ERROU QUE PAGUE PELOS SEUS ERROS. CONFIAMOS NOS ÓRGÃOS DE CONTROLE, FISCALIZAÇÃO E NA JUSTIÇA DO NOSSO ESTADO E DO NOSSO PAÍS.

É BOM QUE FIQUE CLARO: NÃO ESTAMOS – REPITO – NÃO ESTAMOS EXTINGUINDO NENHUM DIREITO OU NEGANDO AS CONQUISTAS DOS SERVIDORES DO NOSSO ESTADO.

AO CONTRÁRIO, ESTAMOS CONVIDANDO PARA JUNTOS CONSTRUIR SOLUÇÕES DURADORAS E SUSTENTÁVEIS PARA QUE OS BENEFÍCIOS LEGAIS POSSAM SER HONRADOS EM PERFEITO EQUILIBRIO COM O COMPORTAMENTO DAS RECEITAS TRIBUTÁRIAS DO ESTADO.

SENHORES E SENHORAS,

UMA REALIDADE PRECISAMOS COMPREENDER, DEBATER E AJUSTAR.

A MÁQUINA ADMINISTRATIVA É GRANDE E O TAMANHO DO ESTADO HOJE ABSORVE UMA PARCELA SIGNIFICATIVA DE RECURSOS.

INFELIZMENTE A MÁQUINA ESTATAL CRESCE MAIS DO QUE A NOSSA ECONOMIA.

ISSO INVIABILIZA E DIFICULTA O ATENDIMENTO BÁSICO DAS NECESSIDADES DA NOSSA POPULAÇÃO.

SE NÃO INVERTERMOS ESSA LÓGICA, CORREMOS O RISCO DE DESCUMPRIR LEIS DE RESPONSABILIDADE FISCAL E – O PIOR DE TUDO – DEIXAR NOSSA GENTE DESAMPARADA SEM REALIZAR OS INVESTIMENTOS QUE O ESTADO TANTO PRECISA.

AMIGOS....

TEMOS QUE FAZER UMA ALIANÇA DAS INSTITUIÇÕES PARA QUE O TOCANTINS RESGATE SUA CREDIBILIDADE E VOLTE A CRESCER COM A VELOCIDADE E A FORÇA NECESSÁRIA PARA UM SALTO NA ECONOMIA E NA QUALIDADE DE VIDA DA NOSSA GENTE.

É PRECISO, E PORTANTO CONCLAMO TODOS OS TOCANTINENSES, HOMENS E MULHERES PARA PARTICIPAREM DA MISSÃO DE RECONSTRUIR O TOCANTINS.

CHEGOU A HORA DESSA GENTE MOSTRAR A SUA VERDADEIRA FORÇA E O AMOR PELO ESTADO.

JUNTOS SEREMOS CAPAZES DE SUPERAR AS DIFICULDADES E CONSOLIDAR O ESPAÇO DE VANGUARDA NA INTEGRAÇÃO ECONÔMICA DAS REGIÕES BRASILEIRAS.

TRABALHAR! SUPERAR! VENCER! CONQUISTAR! DIVIDIR E COMPARTILHAR!

ESSA É A NOSSA MARCA HISTÓRICA. O NOSSO MAIOR PATRIMÔNIO.

O TOCANTINS É SUPERIOR A TUDO E A TODOS.

O SEU FUTURO É UMA CONQUISTA DE TODA A NOSSA GENTE.

E O NOSSO GOVERNO SABE DISSO. TEMOS CONSCIÊNCIA QUE – ÀS VEZES PARA CRESCER É NECESSÁRIO FAZER BEM FEITO O DEVER DE CASA.

ÀS VEZES TEMOS QUE AGIR COMO UM PAI QUE PODE ATÉ SOFRER POR ADOTAR MEDIDAS NECESSÁRIAS NA CORREÇÃO DOS CAMINHOS DOS FILHOS QUERIDOS.

ISSO DÓI. ENTRISTECE. MAS A RECOMPENSA VEM NO RECONHECIMENTO DO FILHO E NO SEU COMPORTAMENTO EXEMPLAR FRENTE AOS DESAFIOS DA VIDA.

NÃO PENSE QUE É FÁCIL PARA UM GOVERNADOR CONDUZIR COM EQUILIBRIO, PAZ E SERENIDADE ESSA TAREFA ÁRDUA QUE EXIGE SACRIFICIO, PLANEJAMENTO, AUSTERIDADE E MUITO....MUITO DIÁLOGO.

MAS A EXPERIÊNCIA E O JEITO DE GOVERNAR PRÓXIMO DA NOSSA GENTE SÃO AS PRINCIPAIS FERRAMENTAS QUE TEMOS PARA CUMPRIR ESSA MISSÃO QUE MUITO ME ORGULHA POIS FOI CONQUISTADA NAS PRAÇAS, BEM PERTO DO POVO.

SÓ ALCANÇAREMOS ÊXITO NESSA DURA, PORÉM NECESSÁRIA “EMPREITADA” SE HOUVER COMPREENSÃO, BOM SENSO E VONTADE DE TODOS OS SEGMENTOS DA SOCIEDADE.

NESSAS HORAS RADICALISMO, ÂNIMOS EXALTADOS E FALTA DE ESPIRITO COLETIVO NÃO SÃO ATITUDES COERENTES E NECESSÁRIAS PARA CONSTRUIR AS SOLUÇÕES INOVADORAS QUE PRECISAMOS.

ESTAMOS PREPARADO PARA DEBATER E PARTICIPAR DO BOM COMBATE.

VAMOS TRANSFORMAR O TOCANTINS NO ESTADO BRASILEIRO COM O MELHOR AMBIENTE EMPRESARIAL PARA NOVOS NEGÓCIOS. – UM ESTADO EMPREENDEDOR.

ESSA É A GRANDE MUDANÇA QUE PODEMOS FAZER E ESSE É O NOVO TEMPO QUE DESEJAMOS PARA SUPERAR, COM FÉ E MUITO TRABALHO, OS OBSTÁCULOS QUE VIRÃO PELA FRENTE.

QUE DEUS NOS ILUMINE.

MARCELO MIRANDA"

Por: Redação

Tags: Marcelo Miranda