Estado

Foto: Divulgação

Foi realizada nesta quinta-feira, 12, uma reunião entre o Nusa – Núcleo de Defesa da Saúde da Defensoria Pública do Tocantins e a Secad – Secretaria de Administração Estadual, na qual o principal tratado foi a regularização dos serviços do Plansaúde – Plano de Saúde, que atende aos servidores e dependentes do governo do Tocantins.

No encontro foi repassado ao secretário de Administração, Geferson Oliveira Barros Filho, que nos últimos dias foram atendidos vários usuários do Plansaúde, os quais relataram as dificuldades encontradas, entre elas, informaram que mesmo com os procedimentos autorizados, os prestadores de serviços estavam se recusando a prestar o atendimento, sob a alegação de falta de pagamentos por parte do Governo do Estado. Na reunião, o Nusa também repassou a informação de que várias Instituições de Saúde informaram que estão em vias de suspender todo e qualquer serviço prestado.

Na ocasião, foram solicitadas à Secad informações sobre a regularização dos serviços, que seria uma forma de acompanhar a situação e evitar que mais uma vez os usuários do Plansaúde sejam prejudicados por falta de atendimento como aconteceu nos anos anteriores. Barros Filho informou que está providenciando a regularização dos pagamentos referentes aos meses de setembro e outubro; e, em relação às OPMEs – Órteses Próteses e Materiais Especiais –, disse que o pagamento será parcial.

O Nusa vai aguardar e acompanhar o processo de regularização informado pela Secad. Caso permaneça a insegurança dos beneficiários do Plansaúde e também dos prestadores de serviços, será realizada uma reunião com todos os envolvidos na busca de resolver os problemas e construir uma solução conjunta.

Por: Redação

Tags: Geferson Barros, Plansaúde