Estado

Foto: Divulgação

Na segunda sessão ordinária judicial deste ano, nesta quinta-feira (19/02), a partir das 14 horas, o Pleno do Tribunal de Justiça do Tocantins tem na pauta 29 processos para julgamento. Entre os feitos estão 13 mandados de segurança, três ações penais e três revisões criminais.

A maioria dos mandados de segurança são de concurseiros pleiteando a nomeação em concursos públicos e de servidores estaduais discutindo remuneração e vantagens pessoais nos salários.

Outros quatro mandados foram impetrados por estudantes de terceiro ano do ensino médio aprovados em vestibulares da Ulbra, Fasec, Católica e UFT que conseguiram o certificado de conclusão do ensino médio nas escolas secundaristas.  Também há dois mandados pleiteando o fornecimento de medicamentos e suporte nutricional.

Entre as ações penais duas são contra gestores municipais acusados por dispensa de licitação fora dos casos previstos em lei, aplicação indevida de recursos da Educação e Saúde e por utilização indevida, em proveito próprio e alheio, de bem público municipal. Outra ação penal envolve porte ilegal de arma de fogo na cidade de Araguaína.

Nas revisões criminais, oriundas das cidades de Guaraí, Peixe e Palmas, estão casos de dois condenados em primeira instância por estupro e por roubo de aparelho celular.

Constam na pauta ainda, entre outros feitos, três embargos à execução, quatro embargos de declaração em mandados de segurança e uma medida liminar em Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI). Oriunda de Aragominas, a ADI questiona lei municipal, de 2012, que regulamenta carga horária semanal de professores.

Clique aqui e consulte a pauta da 2ª Sessão Ordinária Judicial, do Tribunal Pleno TJTO do dia 19 de fevereiro de 2015, quinta-feira, a partir das 14 horas. 

Por: Redação

Tags: Tribunal de Justiça