Meio Ambiente

Foto: Divulgação

Começou na última quinta-feira, 19, no município de Paraíso do Tocantins, o teste de queima de resíduos sólidos, realizado por uma empresa especializada em tratamento e disposição de materiais perigosos. O Ministério Público Estadual (MPE), por meio do Promotor de Justiça Pedro Geraldo Cunha de Aguiar, acompanhou o trabalho e conheceu de perto a estrutura da empresa, que ainda aguarda licenças ambientais para começar a atuar.

"O tratamento de resíduos perigosos é um benefício para o Estado do Tocantins e para sua população. Hoje, para fazer o serviço de queima, empresas e hospitais tocantinenses têm que enviar, em regra, o material para outros Estados como Pará e Maranhão", disse Aguiar, que atua na área de meio ambiente.

O Promotor de Justiça informa, ainda, que é a primeira vez que uma empresa, que inicia os trabalhos no Tocantins, realiza o teste de queima, obrigatório para liberação de licença ambiental, conforme resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente.

A FFGU Soluções em Resíduos Ltda. pretende atender à demanda de tratamento de resíduos sólidos desde lixo comum até aqueles mais perigosos. O processo envolve queima dos materiais em temperatura acima dos 1.000 °C, resfriamento, tratamento e purificação dos dejetos.

Os testes continuam até o próximo sábado e serão acompanhados por autoridades municipais e estaduais. (Ascom MPE)