Polí­tica

Foto: Divulgação

Nesta terça-feira, 24, Partido do Servidor Público e Privado (PSPP) dá o primeiro passo para o seu reconhecimento no Tocantins. Após atingir o número de assinaturas exigido pela lei, o partido solicitará o registro ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

O presidente do PSPP, Jair Andrade, desembarcou, no aeroporto de Palmas, nesta segunda-feira, 23, e foi recebido pelo presidente da legenda no estado, o prefeito em exercício de Araguaína, Fraudneis Fiomare. Jair falou da alegria de fundar o partido no Estado mais novo do País. “Nossa proposta é muito clara: viemos para fazer a diferença! O PSPP acredita na renovação, no trabalho honesto e na força das boas ideias. Por isso, fico orgulhoso de saber que, aqui, no Tocantins, tantas outras pessoas irão se juntar a nós nessa caminhada”, afirmou Andrade.

Apesar de ter como bandeira principal a defesa dos servidores, o presidente do PSPP afirma que o partido surge para lutar pelo interesse de todos os trabalhadores. “O Partido do Servidor Público e Privado vem abraçar, com entusiasmo, os interesses do trabalhador brasileiro. O Brasil vive um momento delicado e, mais que nunca, precisamos de representatividade. O PSPP surge como uma alternativa aos partidos que aí estão. Com independência e firmeza, vamos construir uma nova história para a política brasileira”, explicou o presidente da legenda.

Fraudneis, que fica à frente da prefeitura da segunda maior cidade do Tocantins até esta quarta-feira, 25, lembrou que o PSPP chega ao estado em uma hora bastante oportuna. “O servidor público tocantinense está apreensivo, receoso de ver muitas de suas conquistas se perderem em meio a debates inúteis sobre legalidade. O PSPP será no Tocantins e em todo o país, o partido que não foge do debate, que tem objetivos definidos e que não se rende aos despropósitos de quem está no poder”, declarou o vice-prefeito de Araguaína.

Por: Redação

Tags: Fraudneis Fiomare, Jair Andrade, PSPP