Educação

Foto: Divulgação

Em continuidade à proposta de estreitar relações com o poder público federal, o governador Marcelo Miranda, acompanhado de comitiva, reuniu-se, nesta quarta-feira, 25, com o ministro da Educação, Cid Gomes, em Brasília. Na audiência, Miranda apresentou projeto de Educação Integral e Humanizada para o Tocantins e sugeriu revisão do processo pedagógico, pautada na ressignificação da proposta curricular. O ministro aproveitou para falar de alguns projetos educacionais da gestão Dilma Rousseff.

De acordo com o governador, a proposta para o desenvolvimento da Educação no Tocantins vai ao encontro da filosofia educacional do governo federal. “Apresentamos um modelo que defende a Educação Integral Humanizada, que demanda dois componentes: reforma e expansão da infraestrutura”, ressaltou.

A ideia é investir em escolas de excelência, em regime integral, contemplando o ensino tradicional e que, ao mesmo tempo, incorpore o compromisso de fortalecer as potencialidades regionais. “Acreditamos que o desenvolvimento ordenado do Tocantins passa, necessariamente, por uma Educação que valorize as nossas potencialidades”, disse o secretário da Educação e Cultura, Adão Francisco de Oliveira.

“A proposta de alterações no processo pedagógico pauta-se na ressignificação do currículo, equalizando a distribuição das tradicionais áreas de conhecimento, incorporando outras, com a proposta de atender ao crescimento das potencialidades regionais do Estado”, esclareceu Adão Oliveira.

O ministro Cid Gomes se propôs a avaliar a demanda apresentada pelo Governo do Tocantins e destacou projetos educacionais da presidente Dilma. Dentre eles, o Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa, que direciona ações para a alfabetização inicial, com atenção especial para o aprendizado da leitura. Falou também da Escola de Referência, que objetiva dar oportunidade para alunos considerados “supertalentos”, para que possam ter uma atenção especial.

Também participaram da audiência, o senador Donizete Nogueira, a deputada federal Josi Nunes e os secretários da Representação do Tocantins em Brasília, Renato de Assunção; e da Comunicação, Rogério Silva. (Secom-TO)