Polí­tica

Foto: Koró Rocha

Em discurso na tribuna nesta quinta-feira, dia 26, o líder do governo, deputado Paulo Mourão (PT), garantiu que Marcelo Miranda (PMDB) está aberto ao debate que aponte solução para os problemas do Estado. O parlamentar conclamou o Legislativo a colaborar com o esforço do governo e evitar que erros sejam repetidos como em gestões passadas. “Houve muitos equívocos no passado que levaram às dificuldades de hoje e o governo abre o debate, no intuito de corrigir estas distorções financeiras do Tesouro”, garantiu Mourão.

Diante de análises de que o Orçamento de 2015, encaminhado pelo Executivo para a Assembleia, seja tímido, o líder garantiu que ele é baseado na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), aprovada no ano passado. O Projeto de Lei Orçamentária (PLOA) prevê R$ 9,7 bi para este ano, cerca de 6% a mais do que o de 2014.

Alguns parlamentares da oposição acreditam que, para cobrir os gastos do Estado, o valor deveria atingir R$ 12 bilhões. Contudo os da situação garantem que seria uma previsão sem possibilidade de ser cumprida, pois, se isso for feito, corre o risco de o Estado gastar mais do que arrecadar.

O presidente da Casa, deputado Osires Damaso (DEM), recomendou aos gestores mais incentivo para o empresariado tocantinense. Segundo garantiu, eles sofrem com a concorrência externa e, se o governo mudar de postura, os empresários poderão investir mais e com isso melhorará a arrecadação.

Elenil da Penha (PMDB) elogiou Marcelo Miranda em se dispor ao diálogo e enfrentar a crise no intuito de saná-la. Ainda opinaram sobre o tema os deputados Olynto Neto (PSDB) e Zé Roberto (PT). 

Por: Redação

Tags: Atividade Parlamentar, Paulo Mourão