Estado

Foto: Divulgação

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins, (FIETO), Roberto Magno Martins Pires, cumpriu agenda em Brasília na terça e nesta última quarta-feira, 24 e 25, para apresentar demandas do setor industrial do Estado.

Durante a programação, Roberto Pires e presidentes de oito federações que integram o Conselho de Representantes da Pró-Amazônia se encontraram com o ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro. Na pauta foram apontados alguns gargalos do setor industrial na região norte, dentre eles, infraestrutura de escoamento, carga tributária, acesso ao crédito e outros.

 “O ministro será o nosso principal interlocutor das questões industriais junto ao governo federal, isto, porque tem forte ligação com a indústria, uma vez que já presidiu a CNI por oito anos e é um grande conhecedor dos problemas enfretandos no segmento, não só do norte, mas em todo o país” disse Roberto Pires. Um documento com as necessidades comum entre os estados vai ser elaborado pelas nove federações e entregue ao ministro.  

Na manha de terça-feira, após a reunião com a diretoria nacional da Confederação das Indústrias, Roberto Pires e demais presidentes de federações inauguraram a nova sede da CNI em Brasília. O prédio recebeu o nome Armando Monteiro Neto, em homenagem ao ministro que foi presidente da entidade entre 2002 e 2006.