Educação

Foto: Manoel Lima

Considerado o segundo idioma oficial do Brasil, a Língua Brasileira de Sinais (Libras) é o principal caminho de acesso para pessoas surdas ao cotidiano do lugar em que vivem. Pensando na inclusão e no exercício pleno de cidadania de pessoas com deficiência auditiva, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) inicia as inscrições para a edição 2015 da capacitação de professores em Libras. As inscrições começam nesta segunda-feira, 2, e seguem até o próximo dia 13.

De acordo com a técnica da Gerência de Educação Especial da Seduc, Paola Regina Martins Bruno, que coordena o curso, o objetivo é capacitar educadores para lecionar tanto na linguagem oral quanto na de sinais. “Nós hoje temos um déficit muito grande de profissionais que dominem essas duas línguas. Nós precisamos de mais professores lecionando também em Libras”, alertou.

O curso é primordialmente voltado para professores, tanto da rede estadual quanto da municipal e de escolas particulares. Para este público, as inscrições começam hoje e seguem até o dia 10. Para efetivar a inscrição, o candidato ao curso deve levar ao Anexo II da Seduc cópia do RG e, caso seja casado, da Certidão de Casamento. A coordenação do curso alerta a todos que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) não é aceita.

Caso haja vagas remanescentes, a coordenação do curso abrirá as inscrições para a comunidade em geral desde que tenha mais de 18 anos. Neste caso, os interessados devem se inscrever entre os dias 11 e 13 de março. “Às vezes a gente não consegue preencher as 25 vagas que ofertamos e, por isso, abrimos inscrições para a comunidade. O único pré-requisito é que o interessado tenha mais de 18 anos”, completou Paola.

A capacitação em Libras da Seduc inicia no dia 16 de março e segue até o dia 3 de junho. A carga horária é de 120 h/aula a serem realizadas na sala de cursos da Gerência de Educação Especial, no anexo II da Seduc.

As turmas para a capacitação em Libras serão dividas em três módulos, um para alunos iniciantes, outro para o nível intermediário e um terceiro para o avançado. Todas as turmas terão aulas de segunda à quinta-feira. Iniciantes estudarão no período matutino (de 8h30 às 11h); intermediários, no noturno (das 19h às 21h30) e os avançados entrarão em sala de aula à tarde (das 13h30 às 16h). (Ascom / Seduc)