Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal César Halum (PRB-TO), abriu mão do benefício concedido pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), que garante o pagamento de passagens aéreas para esposas e maridos de parlamentares. De acordo com o parlamentar a decisão está na contramão do que a sociedade espera de seus representantes no Congresso.

Segundo Halum, é inaceitável a aprovação do benefício durante um momento em que a sociedade é penalizada com o aumento de impostos e alta nos preços de produtos como combustível.

“A medida é legal, porém imoral perante os inúmeros problemas econômicos que o Brasil enfrenta. Mesmo que seja mantido o auxílio eu não o utilizarei, pois acredito que a Câmara deve dar o exemplo e abrir mão de despesas como essa, que a distanciam ainda mais de seus representados”, afirmou o republicano.

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados se reunirá nesta terça-feira (3), para rediscutir a decisão.

Por: Redação

Tags: Atividade Parlamentar, César Halum