Estado

Foto: Divulgação

Na Comarca de Gurupi, a Vara de Família e Sucessões concluiu os trabalhos de digitalização de seu acervo físico remanescente e inserção dos processos no sistema e-Proc. Uma equipe formada por três servidores e dois estagiários virtualizou o total de 479 processos.

A ação foi coordenada pela titular da Vara, juíza Edilene Pereira de Amorim, que ressaltou a importância desse processo de virtualização para o Poder Judiciário. "O sistema e-Proc está trazendo benefícios para todos. A digitalização está ajudando a racionalizar os trabalhos, além de possibilitar o acompanhamento dos mesmos em tempo real. Devemos ressaltar também a celeridade. Nossa vara cumpriu em 2014 a Meta 1 do CNJ que estipula que deve-se julgar um número superior de processos, comparado ao número de entrada.", concluiu a magistrada.

A escrivã Marinete Barbosa Pele integrou a equipe que atuou na digitalização dos processos e segundo ela “com certeza está mais fácil, prático e rápido o acesso aos procedimentos”.