Educação

Foto: Divulgação

A Comissão Técnica do Governo desmarcou pela segunda vez a reunião em que seria entregue aos representantes da Educação uma avaliação dos recursos da Educação (Fundeb) e a viabilidade de cumprir com o pagamento do retroativo das progressões 2013, progressões 2014, equiparação salarial entre professores Prono e Proeb e o realinhamento das tabelas.

Na reunião do último dia 24 de fevereiro ficou sinalizado que o governo cumpriria com as reivindicações da categoria. Ainda na reunião ficou decidido que o governo entregaria o estudo na terça feira, dia 3, desmarcado de última hora e agendado para esta sexta, 6 que também não aconteceu.

Para o Sintet a atitude do governo é de protelamento. “O governo não esta cumprindo os compromissos com a agenda da Educação e a situação está ficando intolerante. Vamos mobilizar a categoria, do jeito que está não dá pra continuar” disse o presidente do Sintet, José Roque Santiago.

O Sintet realiza ainda nesta sexta-feira, 6, em Palmas, uma reunião com a diretoria executiva do sindicato e presidentes das regionais para dar encaminhamentos as mobilizações e convocação de assembleia. 

Por: Redação

Tags: José Roque Santiago, Sintet